Policial civil é executado durante assalto em São Gonçalo

Compartilhar

Um policial civil e um cabo da Marinha foram mortos em tentativas de assalto nesta quarta-feira (13) no RJ.

O policial civil Rodrigo Costa, de 37 anos, reagiu quando criminosos tentaram roubar seu carro no bairro Camarão, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. Rodrigo matou um ladrão e atingiu outro, que foi preso, mas foi ferido no abdômen e não resistiu. Câmeras de segurança registraram toda a ação.

Já o cabo Israel Aarão Marcelo da Silva Correa, de 27 anos, foi atacado em Madureira, na Zona Norte do Rio. Ele não parou quando bandidos o abordaram e foi baleado na cabeça, morrendo na hora.

Com as mortes de Israel e de Rodrigo, chega a quatro o número de agentes de segurança mortos em 2021 — dois da Polícia Militar, um da Polícia Civil e um da Marinha do Brasil.

O caso de São Gonçalo

O policial civil Rodrigo Costa, que servia à 73ª DP (Neves), saía de casa, na Rua Ricardo Campelo, com a mulher e uma criança quando criminosos os cercaram.

A câmera de uma casa vizinha gravou o ataque, por volta das 15h.

Nas imagens, dois homens saem de um carro branco e atacam o Hyundai Creta do agente civil. Um terceiro ladrão assume a direção e arranca.

Rodrigo reage e atira, acertando nos dois que saltaram. Um volta correndo para o carro branco. Outro, ainda ferido, entra no Creta — no mesmo momento, a mulher deixa o SUV com a criança no colo. As duas nada sofreram.

Mulher foge com criança no colo em assalto em São Gonçalo — Foto: Reprodução/TV Globo

Gabriel de Souza Soares, o ladrão que assumiu a direção do Creta, foi encontrado morto; Wesleu Cristóvão Mattos foi hospitalizado sob custódia.

O policial chegou a ser levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, mas não resistiu.

A polícia procura pelo terceiro suspeito.

Comentários