Goleiro Ranule, uma das vítimas da queda do avião de Palmas, jogou pelo Sampaio Corrêa em 2020 em Saquarema

72

O goleiro Ranule, de 27 anos, foi uma das vítimas do acidente com um avião em uma pista de pouso particular em Luzimangues (Tocantins) neste domingo (24). O jogador atuou na Série B1 do Campeonato Carioca do ano passado pelo Sampaio Corrêa, de Saquarema.

O clube lamentou a fatalidade em suas redes sociais.

– O Sampaio Corrêa lamenta profundamente o acidente aéreo envolvendo o @palmasfr e o comandante da aeronave. Desejamos força a todos familiares, torcida, amigos e colegas de time.

A Torcida Organizada União Maricá, do Maricá FC, também divulgou nota de pesar.

– Mais um luto no Futebol, nos solidarizamos com todos os torcedores do Palmas e familiares dos falecidos nessa tragédia que levou além do piloto, o presidente do clube e 4 atletas, sendo um deles o goleiro Ranule que jogou pelo Sampaio contra o Maricá FC – lamentou.

O presidente do Pirapora Futebol Clube, na cidade vizinha à Várzea da Palma, Luiz Pereira conta que foi ele quem deu a notícia do acidente com o avião ao pai do goleiro.

– Quando saíram as primeiras notícias de que o avião era do time de Palmas, já preocupei. Tentei ligar pro Ranule e deu caixa postal. Quando vi o nome dele, sabia que não tinha outro com nome igual. Liguei pro pai dele e perguntei se ele estava sabendo do Ranule e ele disse ‘Tá bem, me mandou foto hoje entrando no avião’. E eu tive que falar ‘não tá bem, não’. Precisava avisar, porque logo todo mundo ia estar falando disso – conta.

Luiz Pereira revela que era muito amigo de Ranule, que só chegou a jogar oficialmente pelo Pirapora Futebol Clube em uma partida em homenagem a Anderson Roberto Martins, o Boião, preparador de goleiros que morreu na queda do avião da Chapecoense.

Para Luiz, a fatalidade interrompeu uma carreira que estava em crescimento.

– Depois que ele foi descoberto, fez teste e foi pro Atlético, depois foi emprestado para o Democrata de Sete Lagoas. Esteve na Portuguesa, no Sampaio Corrêa e foi pro Palmas. Por onde passou, sempre se destacou por estar sempre sorrindo, vivia a vida alegremente, sempre teve boas relações com todos. Um jogador e uma pessoa maravilhosa – homenageia o amigo.

Comentários