Operação da Civil descobre central de monitoramento do tráfico em favela da Baixada Fluminense

98

Policiais da 54ª DP (Belford Roxo) descobriram, nessa quinta-feira, uma central de monitoramento do tráfico na comunidade São Leopoldo, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. De acordo com informações da polícia, os criminosos instalaram câmeras escondidas em caixas pretas para controlar toda movimentação na localidade.

Na ação, que contou com apoio do 39º BPM (Belford Roxo), os policiais prenderam um homem em flagrante. Funcionário de uma empresa de internet e telefonia, ele é acusado de instalar aparelhos na comunidade para distribuir sinal de internet, serviço popularmente conhecido como gatonet.

Ainda de acordo com a polícia, o homem desviava e armazenava produtos de fibra ótica da empresa na qual trabalhava. O material era usado para fazer as intalações ilegais na comunidade. O funcionário da empresa de telefonia também é apontado pelos investigadores cmo responsável pela manutenção do sistema de monitoramento do tráfico.

De acordo com informações do delegado titular da 54ª DP, José Mario Omena, a comunidade São Leopoldo é dominada por criminosos da maior facção criminosa do Rio. Frequentemente, bandidos de uma facção rival tentam invadir a comunidade.