Nove traficantes são mortos após megaoperação da PM em comunidade do Rio

287

Uma megaoperação da Polícia Militar em comunidades das zonas Norte e Oeste do Rio, iniciada na manhã desta quarta-feira, deixou nove pessoas mortas. Seis suspeitos foram presos. Houve apreensão de armas e drogas.

Segundo a corporação, a ação tem como objetivo estabilizar regiões que vêm sendo palcos de disputas entre quadrilhas rivais pelo domínio territorial. As quadrilhas brigam pelo controle do tráfico e de serviços oferecidos para a população, entre eles venda de gás e oferta de Tv a cabo e sinal de internet.

A ação ocorre nas comunidades do 18, da Caixa D’Água, do Urubu, e do Flechal, todas na Zona Norte do Rio, e no nos morros da Barão, Bateau Mouche e Chacrinha, na Praça Seca, na Zona Oeste.A PM informou que o policiamento segue reforçado em todas essas áreas. Houve apreensão de cinco fuzis, uma submetralhadora, quatro pistolas, uma arma falsa, radiotransmissores e drogas.

De acordo com a PM, as nove pessoas foram atingidas após equipes serem atacadas a tiros em vários pontos das comunidades. A corporação não informou a identidade dos mortos e nem se eles tinham passagens pela polícia.

Participam da operação 1º e 2º Comandos de Policiamento de Área (CPAs) – 3º BPM (Méier), 9º BPM (Rocha Miranda) e 18º BPM (Jacarepaguá) – e unidades do Comando de Operações Especiais (COE) – Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope).