Policial Militar é preso suspeito de ter dado o tiro que matou menina em Niterói

70

Um cabo da Polícia Militar está preso suspeito de ter dado o tiro que matou Ana Clara Machado, de cinco anos, durante operação da corporação na comunidade Monan Pequeno, em Pendotiba, na cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Ana Clara estava brincando com o irmão quando foi atingida. Durante entrevista, a mãe da menina afirmou que não havia bandidos no local no momento em que a filha foi baleada.

“Por volta das 10h eu acordei, como de costume. Quando cheguei no quarto eu comecei a ouvir os tiros. Fui ver os dois, meu filho já estava em mim e a minha filha já estava caída. Ela me olhou e se despediu de mim. Ela tentou, mas não deu”, afirmou.

Policiais civis da Delegacia de Homicídios perceberam uma contradição no depoimento do policial militar, por isso, o agente de segurança está preso. As armas dos policiais que participaram da operação foram recolhidas e passarão por exames balísticos.

Comentários