Ex-Guardião de Crivella é nomeado assessor chefe em gabinete de vereadora

68

O ex-chefe da Casa Civil, ex-secretário especial e ex-Guardião de Crivella Ailton Cardoso da Silva também conseguiu um lugar quentinho na Câmara de Vereadores do Rio.

Foi publicada hoje no Diário Oficial sua nomeação como assessor-chefe no gabinete de Tânia Bastos (Republicanos), a sempre devotada defensora de Crivella no Legislativo.

Ganhou um cargo com símbolo DAS-10A e remuneração básica bruta de R$ 14.093,14.

Um ótimo salário— mas um tombo, se levados em conta os R$ R$ 46.257,73 que chegou a receber mensalmente, entre abril e setembro de 2019, na Prefeitura do Rio, de acordo com as reportagens da TV Globo que motivaram denúncia do Ministério Público à Justiça por ultrapassagem do teto constitucional.

Aílton é um dos mais fiéis colaboradores de Marcelo Crivella — está ao lado do ex-prefeito desde os tempos do Senado e veio de Brasilia quando o chefe se elegeu para o comando do Palácio da Cidade.

Mas, pelo visto, gostou do Rio.

E, agora, mesmo com o ex-alcaide preso, preferiu continuar nas generosas terras cariocas.