Polícia Civil identifica e pede prisão de oito traficantes que participaram de ataque a PMs em Arraial do Cabo.

0

Um deles, menor de idade, comemorou nas redes sociais o fato de ter “derrubado” um policial

A Delegacia de Arraial do Cabo (132a DP) pediu à Justiça a prisão de oito traficantes que participaram do ataque a dois policiais militares na Praia de Monte Alto, na madrugada do dia 8 de fevereiro.

Entre os investigados estão três menores de idade. Um deles usou as redes sociais para se vangloriar de ter “derrubado” um policial.

Na ocasião, o cabo Rodolfo José de Souza Brito ficou gravemente ferido ao ser atingido por quatro tiros no braço, rosto, peito e barriga. Segundo relato de uma testemunha, ele não teve tempo nem de revidar.

O Núcleo de Homicídios e Combate ao Tráfico de Drogas da delegacia identificou cinco maiores e três menores de idade que estavam traficando drogas no local no momento da chegada dos policiais militares. Dos oito traficantes, quatro participaram diretamente do ataque aos policiais, efetuando diversos disparos. Todos vão responder por associação criminosa para o tráfico e os quatro que atiraram também por tentativa de homicídio qualificado.

A delegada Patrícia Aguiar pediu à Justiça a prisão temporária dos cinco maiores e a internação provisória dos três menores.

“A equipe do nosso Núcleo de Homicídios concluiu a investigação sobre o ataque contra dois policiais militares, que terminou com um PM gravemente ferido, em Monte Alto.

Ao todo, oito criminosos foram identificados e indiciados, sendo três deles menores de idade. Já pedimos à Justiça a prisão temporária dos investigados e internação provisória dos menores de idade.

Todos vão responder por associação criminosa para o tráfico de drogas. Além disso, quatro deles foram indiciados também por tentativa de homicídio qualificado, pois participaram diretamente do tiroteio”, explicou a delegada.

Comentários