Caso Belo | Cantor recebeu R$: 65 mil para fazer show durante carnaval no Complexo da Maré

Artista tem direito a 50%. Apesar do valor contratado, segundo o advogado do cantor, as devidas prestações de contas ainda não foram feitas

101

Rio – Após a saída do cantor Belo da cadeia pública de Benfica, no fim da manhã desta quinta-feira, o advogado de defesa do cantor, Jefferson Gomes, confirmou a contratação do cantor pelo valor bruto de R$ 65 mil para se apresentar na Favela Parque União, no Complexo da Maré, no último sábado (15).

Segundo o advogado do cantor, Belo foi contratado, mas as prestações de contas devidas ainda não foram feitas. “Por contrato, ele faz jus a 50% do valor líquido. Mas, para isso, ainda é necessário fazer toda uma prestação de contas”, esclareceu o advogado Jefferson Gomes.

Questionado pela Polícia se conhecia o chefe do tráfico da Favela Parque União, Belo disse que não, alegando não ter conhecimento de que o local era ‘área de risco’. O cantor também afirmou ter sido contratado legalmente pela produtora ‘Série Gold’, argumentando que não costuma saber onde vão ser suas apresentações de forma antecipada.