Crianças de 7 e 9 anos ficam gravemente feridas após serem atacadas por pitbulls

119

Caso aconteceu em Araruama na tarde desta terça (16). Pai de um dos meninos também foi atacado. Feridos foram socorridos por policiais do Batalhão de Choque da PM, que passavam pelo local. Cães foram mortos após tentativas sem sucesso de separá-los das crianças, segundo a polícia. Dono dos pitbulls foi identificado.

Duas crianças, de 7 e 9 anos de idade, ficaram gravemente feridas após serem atacadas por dois pitbulls em Araruama, na Região dos Lagos do Rio, na tarde da última terça-feira (16). O pai de um dos meninos também foi atacado pelos cães.

O caso aconteceu quando as crianças e o adulto caminhavam no bairro Aurora, próximo a estrada ViaLagos, rodovia que liga a Região dos Lagos a Região Metropolitana. De acordo com a polícia, os cães fugiram de uma casa próxima ao local onde o ataque aconteceu.

As vítimas foram socorridas por policiais do Batalhão de Choque, que iam em direção a Cabo Frio para uma ação de ordenamento contra aglomerações no carnaval e passaram pelo local no momento do ataque. Os três foram levados para a UPA de Araruama.

Animais foram sacrificados

De acordo com a polícia, os agentes tentaram afastar os cães das vítimas, mas não tiverem sucesso, por isso, atiraram contra os pitbulls, que morreram no local.

“Os PMs tiveram que sacrificar os pitbulls. Cada um teve que levar dois tiros de fuzil porque senão não iam parar de atacar. Com o primeiro tiro não resolveu”, conta o delegado Renato Perez, da 118ª DP em Araruama, onde o caso foi registrado.

“Com certeza, os policiais salvaram a vida dos três porque não teria salvação se eles não chegassem a tempo”, acrescentou o delegado.

Ainda de acordo com a polícia, o dono da casa de onde os animais fugiram não foi localizado porque está em viagem, mas já foi identificado. Ele será processado em inquérito por lesão corporal grave dolosa por dolo eventual, quando não há intenção, mas se assume o risco.

Vítimas foram transferidas

De acordo com o registro de ocorrência, João Victor Gonçalves Vieira, de 9 anos, teve os membros inferiores rasgados, e Mateus Alves Vieira, de 7 anos, teve a orelha direita dilacerada no ataque. Os dois são primos, segundo a polícia.

Não há informações sobre os ferimentos causados em Phelipe dos Santos Vieira, pai de Mateus.

De acordo com a Prefeitura de Araruama, os dois meninos e o adulto precisaram ser transferidos para duas unidades de saúde fora do município. Uma das crianças e Phelipe foram para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, e o outro menino para o Prontobaby Hospital da Criança, no Rio de Janeiro.