Morre Dona Miguelina, mãe de Ronaldinho Gaúcho, por Covid-19; Atlético decreta luto

155
Dona Miguelina tinha 71 anos Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Luto na família Assis Moreira. Morreu neste sábado Miguelina Eloi de Assis Moreira, mãe de Ronaldinho Gaúcho. Aos 71 anos, ela não resistiu a complicações da Covid-19.

Miguelina estava internada desde dezembro por conta da doença. Na época, ela foi levada ao Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, e encaminhada para a UTI da unidade. O ex-jogador foi ao Twitter pedir orações pela mãe.

O Atlético Mineiro divulgou nota de luto pelo falecimento. Miguelina era fortemente identificada com o Galo desde a passagem do filho pelo clube. Em 2012, quando tratava um câncer, a torcida exibiu um banner com uma foto de Ronaldinho e a mãe com a frase ‘fé em Deus’. A faixa e os gritos pelo nome de Dona Miguelina emocionaram o craque.

É com enorme tristeza, que o Clube Atlético Mineiro recebe a notícia do falecimento de Dona Miguelina, mãe de Ronaldinho Gaúcho.

A Família Atleticana está de luto e compartilha com seu ídolo o momento de dor. Que Deus a receba de braços abertos e conforte o coração do nosso eterno craque. Descanse em paz, Dona Miguelina.”, diz a nota, seguida de vídeo com R10 entrando em campo com a mãe.