A Tesla está Lucrando Mais com Bitcoins do que com Vendas de Carros

162

Investir em Bitcoin virou algo muito lucrativo. A Tesla, empresa de carros elétricos do empreendedor e filantropo Elon Musk, deve lucrar mais com o seu investimento em Bitcoin feito em janeiro do que com todas as vendas de carros feitas em 2020, segundo a empresa de análises americana Wedbush Securities.

No início deste mês, a Tesla divulgou a compra de US$1,5 bilhão em bitcoins em janeiro. Depois que a companhia fez a divulgação da compra, o preço do bitcoin disparou, subiu para 8,5%. O crescimento foi tão grande, que 12 dias depois ultrapassou US$57 mil, garantindo uma capitalização de mais de US$1 trilhão.

Musk ajudou o preço do bitcoin tuitando sobre a criptomoeda para os seus 47,5 milhões de seguidores. Quando ele mudou a sua biografia do Twitter para “# Bitcoin #”, o preço do BTC aumentou 13% em uma hora.

Elon defendeu a moeda de críticos, o magnata do ouro e crítico do Bitcoin, Peter Schiff, que dirige o Euro Pacific Bank, tuitou que o ouro era superior à criptomoeda. Musk respondeu prontamente, discordando do milionário do ouro: “Um e-mail dizendo que você tem ouro, não é o mesmo que ter ouro. Você pode muito bem ter criptomoeda”.

Wedbush chama o investimento em Bitcoin da Tesla de um evento secundário, que pode ter um impacto cascata para as empresas públicas no próximo ano.

No entanto, a empresa prevê que menos de 5% das empresas públicas vão copiar a iniciativa em Bitcoin da Tesla até que mais marcos regulatórios sejam colocados em prática no mercado de criptomoedas.

A empresa de análises acredita que o mercado de criptomoedas terá um enorme impacto para blockchain, pagamentos e bancos nos próximos anos.