Bares e restaurantes de Cabo Frio poderá matar muitas pessoas com as fortes aglomerações da covid-19

510

O fim de semana foi novamente marcado por aglomeração e desrespeito às normas de distanciamento social nas praias, parques e bares de Cabo Frio. Muitas pessoas aproveitaram a folga para ficar ao ar livre, sem o uso de máscaras. Já que na Capital – Rio de Janeiro, está tudo fechado após o decreto do prefeito Eduardo Paes, com isso os cariocas aproveitaram para subir para Região dos Lagos, para curti os bares e restaurantes no final de semana.

Na frente dos bares, muitas pessoas conversavam, sem máscara. A prefeitura aplicou 14 multas em 28 estabelecimentos, mas isso não impediu que a multidão ficasse amontoada.

Bares e restaurantes podem funcionar desde o início do governo de Zé, mas devem obedecer algumas regras, coisa que ninguém e nem os empresários da cidade respeitam.

Praias lotadas

Nas praias da cidade, os cabofriense e turistas voltaram a ocupar as areias com barracas e cadeiras.

O decreto municipal liberou os ambulantes e o banho de mar na Fase 5, mas manteve proibido o banho de sol.

Em nota, a Prefeitura de Cabo Frio faz um “apelo à população para que siga as regras do plano de flexibilização” e afirmou que o descumprimento traz “graves consequências”.

“Quem vai às ruas em condições inadequadas e descumprindo as regras sanitárias, pode não só contrair a doença, mas também contaminar outras pessoas, incluindo seus familiares em casa”, diz o texto.

As principais regras nas praias

Veja, abaixo, quais são as principais regras nas praias:

  • ambulantes podem trabalhar das 7h às 18h nas praias e logradouros, mas sem alugar cadeiras, mesas e barracas e sem bebida alcoólica;
  • banho de mar está liberado, mas permanência na areia e uso de caixas térmicas estão proibidos;
  • a prática da altinha continua proibida.

Cabe ressaltar que nda disso está sendo respeitado em Cabo Frio, nem fiscalização adequada tem na cidade.