Exclusivo | Matador de PMs de Piranhas ‘vulgo Tonhão’ é morto ao reagir prisão em Cabo Frio.

1865

Antônio Monteiro Vieira Vulgo Tonhão, de 50 anos, foi morto na tarde de quarta-feira (10), por policiais civis da 126ª DP de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio, após reagir uma prisão.

De acordo com a policia civil, a operação foi realizada pelo Delegado Titular Dr Carlos Eduardo, e toda sua equipe da 126ª DP, após um trabalho de inteligência, onde os policiais conseguiram localizar o criminoso Antônio Monteiro, foragido da justiça deste 2002, do Estado de Alagoas, da cidade de Piranhas Sertão do Alagoas. O mandado de prisão foi espedido pelo Juiz Galdino José Amorim.

Ainda de acordo com a civil, Antônio vulgo Tonhão e um criminoso de alta periculosidade, ele é acusado de matar um PM, do Alagoas em 2005, na época do crime ele tinha 30 anos. Ele também é apontado de matar policiais do Estado de São Paulo e Rio de Janeiro.

Na época, o crime aconteceu no bairro de Xingó, na rua Maceió, no dia 12 de dezembro de 2005, Antônio matou o policial Johanes Miguel dos Santos com vários disparos de arma de fogo no Bar Arco-íris, o caso foi registrado na 7ª DP. Outros envolvidos chegaram a ser julgados por participação do crime, menos Antônio que ficou foragido a anos da polícia.

Antônio estava morando em Cabo Frio alguns meses, o mesmo trabalhava em um mercado da cidade em Unamar distrito de Cabo Frio.

Após um levantamento os policiais civis localizaram Antônio e quando foram realizar a prisão o mesmo reagiu contra os policiais com uma faca, para não ser preso. Os policiais revidaram a injusta agressão onde atiraram em Antônio que morreu no local.

O corpo foi levado para o IML de Macaé, e o caso registrado na 126ª DP de Cabo Frio, onde o delegado Titular Dr Carlos Eduardo, fez contato com a policia do Estado de Alagoas informado que o mesmo morreu.