Não comprar Bitcoin é pior erro da história, alerta bilionário

217

Kjell Inge, um bilionário norueguês, anunciou que a sua empresa está investindo em Bitcoin (BTC). De acordo com Kjell, quem não comprar BTC, estará cometendo o maior erro da história.

Em uma carta enviada aos acionistas, Kjell Inge revelou que sua holding norueguesa chamada Aker, fundou a Seetee, uma empresa dedicada a investir em Bitcoin e no ecossistema da criptomoeda.

Segundo o magnata da Noruega, a Seetee está sendo lançada com um valor de mercado de U$$58,8 milhões em BTC. No entanto, Kjell afirmou que planeja aumentar essa participação ao longo do tempo.

Hodler de Bitcoin,
Conforme explicou Inge, a empresa tem uma estratégia tripla para seus investimentos em criptoativos. E o primeiro passo é se tornar hodlers.

“Primeiro, usaremos o Bitcoin como nosso ativo de tesouraria e nos juntaremos à comunidade. Na linguagem Bitcoin, seremos hodlers. Seremos diferentes, mas aditivos. Talvez não tão rebeldes quanto os cypherpunks que inventaram o Bitcoin. Mas muito mais progressista do que a maioria das empresas estabelecidas”, disse.

O bilionário também destacou, que a equipe da Seetee já está executando servidores de pagamento em Bitcoin de código aberto, e permanecerá como um contribuidor ativo na comunidade.

Em seguida, o norueguês afirmou que o próximo passo será construir operações de mineração integradas a fontes de energia sustentáveis.

“Em segundo lugar, a Seetee estabelecerá operações de mineração com energia eólica, solar, hidrelétrica. Bitcoin é, aos nossos olhos, uma bateria econômica de equilíbrio de carga. E baterias são essenciais para a transição de energia necessária para atingir as metas do Acordo de Paris”, pontuou.

Por fim, o terceiro objetivo da Seetee em seu plano de investimento em Bitcoin é criar e investir em vários projetos dentro do ecossistema Bitcoin.

“Terceiro, construiremos e investiremos em projetos e empresas no ecossistema do Bitcoin. É aqui que está a nossa verdadeira paixão!”, disse.

Kjell ainda comentou, que está particularmente interessado em micropagamentos e como eles podem evitar que nomes de usuário, senhas e dados pessoais sejam monetizados com, e muitas vezes sem, o conhecimento ou consentimento.

Ao revelar a estratégia da Seetee, Kjell também explicou por que acredita que não investir em Bitcoin é uma proposta arriscada.

“Estamos acostumados a pensar que o dinheiro é isento de riscos. Mas não é. É implicitamente tributado pela inflação a uma pequena taxa todos os anos. O Bitcoin ainda pode chegar a zero. Mas também pode se tornar o núcleo de uma nova arquitetura monetária”, finalizou.

Fonte: Site criptofacil.com