Polícia Civil prende três pessoas por extorsão a motoristas de vans na Central do Brasil.

Esquema criminoso, comandado pelo tráfico de drogas, arrecadou mais de 1 milhão e 200 mil reais, em dois anos

628

Três pessoas foram presas em flagrante, nesta quinta-feira, em uma operação realizada por policiais civis da 4a DP (Praça da República) e da Subsecretaria de Inteligência da Polícia Civil (SSINT), por extorquirem motoristas de vans que fazem ponto final atrás da Central do Brasil, no Centro do Rio de Janeiro.

Os detidos, um homem e duas mulheres, são ligados ao tráfico de drogas do Morro da Providência, que comanda o esquema de extorsão.

Segundo as investigações, a organização criminosa ameaça e cobra taxas semanais que variam de 700 a 2.200 reais por cada linha de van. Ao todo, são mais de cem motoristas de vans, de dez linhas, que saem de diferentes partes da Região Metropolitana em direção ao Centro do Rio, e são obrigados a pagar ao todo 50.200 reais por mês. A estimativa é de que, nos últimos dois anos, a quadrilha tenha faturado com o esquema criminoso mais de 1 milhão e 200 mil reais.

Polícia Civil prende três pessoas por extorsão a motoristas de vans na Central do Brasil \ Divulgação Policia Civil

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o esquema de extorsão é administrado pela traficante Andreia Vieira de Oliveira, vulgo Andreia Tia, que comanda o tráfico de drogas no Morro da Providência junto com Evanilson Marques da Silva, o Dão, que é considerado foragido.

Segundo as investigações, os presos na ação desta quinta-feira eram responsáveis por recolher o dinheiro. Entre eles, está o segurança de um estacionamento localizado em frente ao terminal de ônibus Américo Fontenelle. Em depoimento, eles confessaram o crime.

Na ação, os policiais apreenderam munição, dinheiro, diversos cartões de vans e celulares. Os presos vão responder por associação para o tráfico de drogas.