Banho de Sangue | Três Rios é considerada a cidade mais violenta do inteiro do Rio nos últimos meses

Mais um homem é morto em novo confronto entre facções criminosas em Três Rios

932

Terceiro ataque violento da quinta-feira no bairro Vila Isabel aconteceu durante a noite. Pela manhã, jovem já havia sido morto e outras duas pessoas baleadas.

Mais um homem morreu baleado noite de quinta-feira (11) em um novo episódio do confronto entre facções criminosas que vem assustando moradores do bairro Vila Isabel, em Três Rios (RJ). O terceiro ataque violento do dia aconteceu na Rua Guilherme Jorge Pinheiro, no Barros Franco.

Segundo a Polícia Militar, moradores ligaram para a corporação para avisar que estavam ouvindo muitos tiros. No local, os agentes viram um corpo atirado no chão, cercado por muitas pessoas.

Uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros tentou reanimar a vítima, de 28 anos, mas o rapaz já estava sem sinais vitais.

Uma perícia foi feita na cena do crime para auxiliar a Polícia Civil a levantar informações que possam ajudar na apuração do caso. Em seguida, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal.

Um inquérito aberto na delegacia vem investigando a onda de violência entre as facções criminosas que disputam o controle do tráfico de drogas no bairro. Até a publicação desta reportagem, nenhum suspeito havia sido preso por este terceiro ataque no mesmo dia.

Confronto entre facções em Três Rios

Mais cedo, um homem morreu e outros dois foram baleados em outras duas localidades diferentes no bairro Vila Isabel.

O homicídio aconteceu na Morada do Sol. Três criminosos atiraram contra dois jovens, de 19 e 17 anos. O maior de idade morreu no local. Já o adolescente foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

O outro caso aconteceu na Jaqueira. Um grupo de homens armados atirou contra um jovem, de 24 anos. O baleado também foi levado para a UPA.

Os dois jovens atendidos pela unidade médica já tiveram alta.

Ainda de acordo com a PM, todos os episódios violentos que aconteceram na quinta-feira têm ligação com o conflito entre as facções criminosas.

A PM informou ainda que um suspeito de ser o autor do assassinato foi preso. Os demais envolvidos nestes ataques continuam sendo procurados.

Comentários