Gestante é morta e tem bebê arrancado da barriga por mulher que fingia gravidez em Macaé

Suspeita foi presa após dar entrada na UPA da Barra de Macaé com o recém-nascido, que também morreu. Pâmella Ferreira Andrade Martins, de 22 anos, estava grávida de nove meses. Bebê também morreu

951

Uma jovem, de apenas 22 anos, que estava grávida de nove meses foi morta e ainda teve o bebê arrancado de sua barriga, nesta quarta-feira (17), na comunidade Nova Holanda, em Macaé

O corpo de Pâmella Ferreira Andrade Martins foi encontrado pela Polícia Militar (PM) dentro de sua residência. A suspeita de praticar o crime, uma mulher de 22 anos, subtraiu o bebê e deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Barra de Macaé, com o recém-nascido, afirmando ser seu filho

A criança morreu pouco após dar entrada na unidade de saúde. A Polícia Militar (PM) informou, que a suposta autora do crime passou mal e foi socorrida para o Hospital Público Municipal (HPM), onde foi presa por agentes do Serviço Reservado da PM (P2), após denúncias da equipe médica da UPA.

Ainda segundo a PM, na bolsa da suspeita foram encontrados um canivete e uma faca, que podem ter sido utilizados para matar a gestante, e retirar o bebê da barriga da mãe

Ainda segundo a PM, testemunhas relataram que a suspeita fingia estar grávida e foi vista nesta terça-feira (16) na companhia da vítima. Familiares de Pâmella contaram à polícia que a mulher presa afirmava “que “iria arrumar um filho de qualquer maneira”, mas eles não contavam que ela pudesse praticar o crime. A suspeita está neste momento prestando depoimento da 123ª Delegacia Policial (123ª DP)