Prefeito de Maricá Fabiano Horta anuncia toque de recolher e suspende a volta as aulas

230

A Prefeitura de Maricá, na Região Metropolitana do Rio, divulgou nesta quarta-feira (17) novas medidas de combate à Covid-19 no município.

As medidas foram adotadas devido ao aumento crescente de contaminados por coronavírus nos meses de fevereiro e março. As restrições seguem normas estabelecidas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro e valem por, pelo menos, 15 dias.

De acordo com as novas regras, que começaram a valer nesta quarta, ficam proibidas a permanência e a circulação de pessoas nas ruas entre 23h e 5h, com exceção para quem exerce funções de atividades essenciais.

Bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres só estão autorizados a funcionar até às 23h. Além disso, é preciso respeitar o limite máximo de 50% da capacidade de lotação. A música ao vivo é permitida, porém pista e espaço de dança são proibidos. É obrigatório que haja o distanciamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas, exceto em grupos familiares. O funcionamento deverá ser até as 23h, com exceção do delivery, take away e drive thru, que ficam sem limitação de horário.

O secretário de Relações Institucionais, João Maurício de Freitas, falou sobre as medidas adotadas.

“Se nós não queremos que esse decreto seja mais duro, restritivo, precisamos dessa cota de sacrifício para nos enquadrar nisso e garantir que nos próximos 20 dias a situação do combate ao coronavírus esteja mais normalizada na cidade de Maricá e no estado do Rio de Janeiro. Esse apelo nós fizemos e foi correspondido no ano passado e eu tenho certeza que, a partir de hoje, possamos fazer todo esse freio de arrumação e possamos responder esses anseios que estão colocados aqui hoje”, afirmou João Maurício.

Calendário escolar

Ficam suspensas as aulas presenciais nas escolas municipais, que começariam no dia 5 de abril em Maricá. O decreto não estabelece regras para a rede privada, que segue com atividades presenciais.

Supermercados

O decreto torna obrigatória a aferição de temperatura em clientes e higienização com álcool em gel nas entradas dos estabelecimentos.

Academias

As academias e os centros de ginástica podem funcionar com limite máximo de lotação de 50% da capacidade. Os locais devem também restringir atividades em grupos de até 12 participantes, exceto para atividades de alto rendimento e podem ampliar o horário de funcionamento. Deverá cada estabelecimento disponibilizar um funcionário para aferir a temperatura corporal dos clientes.

Igrejas e templos religiosos

Ficam mantidas as atividades de organizações religiosas, que deverão manter o uso obrigatório de máscaras e distanciamento social de um metro e meio entre as pessoas.

Transporte Público

A Empresa Pública de Transportes, responsável pela administração dos ônibus gratuitos da cidade, ampliou o número de coletivos nas ruas para reduzir a lotação nos veículos.

Fiscalização

Além disso, a partir desta quinta-feira (18), a prefeitura pretende reforçar a fiscalização nas ruas da cidade, com equipes da Fiscalização de Posturas, Tributos, Guarda Municipal, Meio Ambiente e Vigilância Sanitária. Estabelecimentos comerciais com irregularidades sofrerão sanções, e inclusive, correm o risco de perder benefícios financeiros da prefeitura, como o PAE e o PAT, que foram prorrogados por 3 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque seu comentário!
Por favor coloque seu nome aqui