Ex-vereadora Gladys Nunes não acha endereço de empresa que ganhou contrato sem licitação da prefeitura de Búzios e pede ajuda ao MPF. Entenda:

198

ARMAÇÃO DOS BÚZIOS – A empresa Azoth Business Solutions Marketing & Eventos Ltda, do empresário Gabriel Rodrigues de Carvalho, aparece na prestação de contas do prefeito de Armação dos Búzios-RJ, Alexandre Martins (Republicanos), como doador de R$1.000,00 (mil reais) de sua campanha, no entanto, Gabriel Rodrigues recebeu um contrato sem licitação para prestação de serviços de design, publicidade e de divulgação dos programas de ações e campanhas institucionais relacionadas ao enfrentamento da pandemia da covid-19. Por 3 meses de contrato, a Azoth faturou R$360.344,00 (trezentos e sessenta mil, e trezentos e quarenta e quatro reais).

A ex-vereadora Gladys Nunes, foi até o endereço da agência de publicidade, que consta no contrato da Prefeitura buziana, e pra sua surpresa, não existia nenhuma empresa com o nome de Azoth Business no prédio. Gladys fez uma live nas suas redes sociais e fez a denúncia.

“Estou aqui na rua do Ouvidor, n°63, para investigar o contrato quase milionário que houve no município de Armação dos Búzios-RJ sem licitação. O que é esse contrato? A empresa Azoth Publicação de Marketing, ela foi contratada para fazer banner, folhetos para simplesmente avisar as pessoas pra usar máscara. Só que ela colocou o endereço da rua do Ouvidor, número 63, sala 405. Estou eu aqui, fui na sala 405, toquei e ninguém atendeu. Esperei ninguém veio, então perguntei aos vizinhos da sala ao lado: um disse, um senhor, que ali funcionava um escritório médico. O outro falou, que funciona agora um escritório de advocacia ou contabilidade com o nome da Patrícia e Renata, que eu vou ver se elas constam no contrato.

Então, aqui na rua do Ouvidor não tem nenhuma empresa de marketing da Azoth, que ganhou um contrato de quase meio milhões de reais sem licitação. E essa empresa foi montada em julho com capital inicial de R$30 mil reais e agora ganha um contrato de quase meio milhão de reais. E esse senhor, Gabriel Rodrigues, doou para campanha do prefeito, apenas R$1mil reais. Mas, as contas do prefeito foram reprovadas, por causa de mentiras.

Você acha que ele doou mil reais? Mas, e aí? Ele doou mil reais pra campanha e ganha agora um contrato de quase R$500 mil reais para fazer banner e folheto. E aí, você tem médico nas UBS, seus exames estão sendo autorizados? É isso, que os prefeitos estão fazendo com o dinheiro da pandemia e até mentindo.

Porque há uma semana atrás, o Alexandre falou… O prefeito falou, que a nossa cidade não tinha pandemia que estava tranquilo. E agora está dizendo, que nós estamos no vermelho. Isso é pra fazer contrato sem licitação. Está aí, Ministério Público Federal, queremos a sua ajuda na nossa cidade”, falou Gladys.