Rio das Ostras adere ao lockdown por 10 dias após o colapso mortal tomar conta da cidade “cemitérios não tem mais vagas”

2576

RIO DAS OSTRAS – Após um final de semana com regras mais rígidas para evitar a propagação do coronavírus constatando a falta de colaboração da população em geral, a prefeitura de Rio das Ostras, publicou novos decretos, nesta terça-feira, endurecendo ainda mais as medidas de enfrentamento à Covid-19, diante da ocupação 100% de todos os leitos do município.

Segundo o documento, ficarão fechados, a princípio, até o dia 4 de abril, os bares, quiosques, depósitos de bebidas, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e similares, além das praias (não será permitida a permanência), praças, lagoas, lagos, rios, parques e mirantes, academias, estúdios, similares e afins. Um lockdown não declarado.

Também não estão liberadas as manifestações religiosas presenciais dentro de templo de qualquer natureza. Rio das Ostras está, desde a última sexta-feira, 19 de março, com 100% de ocupação nos leitos clínicos e de UTI, e também não há vagas na Central Estadual de Regulação de Leitos.

O município ainda vive a iminência da falta de medicamentos específicos para intubação de pacientes, por não ter mais oferta no mercado devido a grande demanda nacional, e a possível falência do sistema funerário. A medida passa a valer a partir desta terça-feira (23).