Barreiras na RJ-106 controlam acesso a Macuco e Friburgo

169

Três barreiras sanitárias montadas pelas prefeituras de Nova Friburgo e Cachoeiras de Macacu estão funcionando na Rodovia RJ 116 (Itaboraí – Nova Friburgo – Macuco) na manhã desta sexta-feira, dia 26 de março.

O objetivo é controlar o acesso de ônibus de turismo e vans, além de veículos de turistas que seguem para as duas cidades sem comprovação de reserva em hotéis e pousadas locais. O acesso a essas cidades, conforme decreto publicado pelas prefeituras, está restrito a veículos de entrega de mercadorias e produtos, além de moradores e veranistas que comprovadamente tenham residências e propriedades nas localidades que pertençam às duas cidades.

As barreiras sanitárias, com servidores da prefeitura de Cachoeiras de Macacu está localizada no quilômetro 12, próximo à divisa com Itaboraí. Já as duas barreiras montadas pela Prefeitura de Nova Friburgo estão localizadas nos quilômetros 65, em Teodoro de Oliveira, no posto da Polícia Rodoviária Estadual e no quilômetro 91, em Furnas, próximo à Praça de Pedágio da Concessionária

Rota 116 S/A, responsável pela rodovia. As duas barreiras são controladas por servidores do município de Nova Friburgo.
Para orientar os motoristas a Concessionária Rota 116 colocou mensagens alertando sobre as barreiras sanitárias em todos os seus oito painéis eletrônicos de mensagens, além de instalar no posto da Policia Rodoviária estadual, no quilômetro , em Cachoeiras de Macacu, um painel móvel também com informações sobre as barreiras sanitárias.

O objetivo, de acordo com as duas prefeituras é evitar o fluxo de turistas e visitantes nas duas cidades no momento em que o estado vive o mais grave surto de contaminação da pandemia de covid-19.

A Concessionária orienta os motoristas a redobrarem a atenção nos locais próximos as barreiras e seguirem todas as orientações dadas pelos agentes municipais. Todo os dois decretos com as informações sobre as barreiras sanitárias podem ser consultados acessando as páginas das duas prefeituras na internet.

Comentários