Pain vence FLA por 3×2 e está na Final do CBLOL!

264
CarioK brilhou na série, ganhando dois destaques! (Foto: paiN Gaming)

Que série! A paiN Gaming conseguiu vencer o Flamengo por 3×2 e se garantiu na Grande Final do CBLOL. CarioK foi o grande maestro do time, sendo fundamental para todas as vitórias – ficou com dois, dos três destaques, perdendo o último para Robo. O Flamengo se despede da Primeira Etapa do CBLOL 2021 batendo na trave, enquanto a paiN avança para a decisão, esperando o vencedor de VORAX x RED Kalunga, que se enfrentam amanhã (domingo, 4 de abril).

Que partida sensacional do CarioK! Com seu Udyr, o Caçador da paiN achou um primeiro gank incrível, usando a Lente Detectora para desativar a Sentinela que protegia Tutsz (Kassadin), mas sem golpeá-la. Esperou alguns segundos e então atacou – apostando, talvez, na desatenção do Flamengo. Tiro e queda.

Chegou despercebido na rota e garantiu o First Blood. O Flamengo conseguiu contra-atacar de forma dividida pelo mapa, com um abate aqui e ali, e o ritmo era Rubro-Negro. Tudo mudou por conta do CarioK que, tapa após tapa, garantia abates, chegando a ficar 8/0, concentrando a maior parte dos recursos e liderando o mid game da paiN. Ninguém conseguia parar o poder do Uga. Para fechar o caixão do FLA nesse primeiro jogo, Tinowns também tornou-se um monstro com seu Sylas, abatendo Tutsz (Kassadin) no 1v1. O Flamengo voltou a sonhar quando Tutsz saiu com mais de 1k de ouro após abater CarioK, mas foi um respiro momentâneo. A paiN voltou com tudo e amassou.

Com dois abates no topo no começo de jogo, CarioK (Volibear) pôs o jogo nas mãos de Robo (Tristana). O problema é que o Robs acabou morrendo no 1v1 para Parang (Rumble), e voltou a ser abatido algumas vezes. O grande trunfo da paiN era o bom controle sobre o Dragão – ponto para o CarioK novamente -, ao passo que o Flamengo conseguiu bons desempenhos de Absolut (Ezreal) e Parang, que destruíram nas lutas. Justamente através dos combates, o FLA teve acesso ao Barão, e com o Nashor em mãos conseguiu avançar pelo mapa. Robo descontou com uma bela investida contra a rota superior, e o jogo ficou tenso. Pelo tempo avançado de jogo, quem acertasse a luta sairia com a vitória, e acabou dando FLA. Tutsz brilhou demais com seu Azir e confirmou o combate a favor dos Rubro-Negros. Tudo igual na série!

Destaque: CarioK, Olaf, 6/3/1

Fala do Robs! O Topo da paiN trouxe Karma no topo e desestabilizou o jogo do Flamengo, conseguindo empurrar a rota e sair para auxiliar o mapa, ajudando CarioK (Olaf) a ganhar força na selva sobre Ranger (Volibear), e Tinowns (Zoe) no meio; a torre caiu e abriu o mapa a favor dos Tradicionais. O Flamengo tentou reagir agrupando e com RedBert (Braum) buscando oportunidades de iniciação com sua ult, mas não deu certo como o time precisava. brTT (Jinx) cresceu livre, sem jamais ser verdadeiramente ameaçado, e quando o Pai fechou o terceiro item, o jogo foi definido. Abate após abate, reset após reset, TT garantiu o Triple que fechou a partida, colocando a paiN novamente na dianteira da série.

Destaque: Ranger, Volibear, 5/1/12

O Flamengo apostou forte no wombo combo, com a Orianna do Tutsz sendo uma peça central. O Meio colocava a esfera em RedBert (Rell) ou Ranger (Volibear), e a luta estava pronta para explodir. Além disso, Parang conseguiu finalmente jogar com seu Jayce, e as expectativas foram alcançadas; foi muito dano distribuído. Enquanto isso, a paiN queria apostar nos flancos, chegando com Tinowns (Galio) e Robo (Wukong) pela lateral da luta, facilitando o acesso aos alvos prioritários. O problema foi que o Flamengo se cobriu bem com visão. Ora Ranger defendia as laterais, ora era RedBert quem cumpria essa função. Por duas vezes, brTT (Jinx) ficou exposto e acabou abatido, o que deu vantagens fundamentais para o FLA na luta. Com um controle muito melhor sobre os objetivos e um fim de jogo bem emocionante, os Rubro-Negros empataram mais uma vez!

Destaque: Robo, Gnar, 3/0/8

O Flamengo buscou uma adaptação na série, banindo o Alistar do Luci e deixando a Lillia do CarioK aberta. É uma situação parecida com o cobertor muito curto: a cabeça ou os pés ficam de fora, não dá para cobrir tudo. Foi justamente CarioK quem abriu a vantagem, garantindo o abate contra Parang (Kennen) no topo e sendo fundamental nas lutas do começo do jogo, freando o bom ritmo que o Flamengo tentava imprimir – Robo (Gnar) também apareceu bem quando o time precisou. Enquanto os times batiam cabeça, com tênue vantagem para a paiN, brTT acumulava sua passiva tranquilamente. Com dois abates isolados, os Tradicionais acharam espaço para o Barão. Parang tentou roubar entrando sozinho com o Flash, e TT sorriu. Garantiu o abate e, entre Barão e o bônus, ganhou com mais de 1.6k de ouro em pouquíssimos segundos. Foi o começo do fim para o Flamengo, que sucumbiu perante o ataque da paiN.


As emoções das Semifinais continuam neste domingo (4), também às 13h, entre VORAX e RED Kalunga. Não perca!

Fonte: Riot Games