Valor de mercado das criptomoedas atinge US$ 2 trilhões com alta de 100% em 3 meses

O Bitcoin sozinho vale atualmente US$ 1,1 trilhão, já que se aproxima de US$ 60.000 por moeda

355

O mercado de criptomoedas agora vale US$ 2 trilhões, de acordo com dados da CoinGecko. Passaram-se apenas três meses desde que a capitalização de mercado das criptomoedas atingiu US $ 1 trilhão – um número que levou uma década para ser alcançado.

Capitalização do mercado das criptomoedas é uma espécie de abreviatura ambígua, uma vez que há mais moedas do que as 6.626 rastreadas pelo CoinGecko. Em comparação, o CoinMarketCap de propriedade da Binance rastreia apenas um pouco mais de 4.000 moedas e atualmente está relatando uma capitalização de mercado total de cerca de US $ 1,9 trilhão. Messari, que rastreia muito menos em pouco mais de 1.000, tem números semelhantes.

O que está claro, no entanto, é que este é o maior nível já atingido pelo mercado desde a bolha (e subsequente colapso) do final de 2017, graças a alta do Bitcoin, que representa quase 60% do mercado.

O burburinho em torno dos NFTs também está colaborando para isso. Pois pode ser considerado parcialmente responsável pelo aumento do preço do Ethereum, que atingiu um novo recorde acima de US$ 2.000 na última sexta-feira. A ETH agora tem uma capitalização de mercado de mais de US$ 245 bilhões. Mas isso ainda está muito longe do Bitcoin.

A empresa de tecnologia MicroStrategy, dirigida pelo CEO Michael Saylor, tornou-se uma espécie de líder no mercado, despejando cada vez mais de seu próprio capitalno Bitcoin e encorajando outros a embarcarem. E outros grandes players como o CEO da Tesla, Elon Musk, e os gêmeos Winklevoss têm sido responsáveis também pela popularização do mercado.

O preço de um único Bitcoin atingiu um recorde histórico de mais de US$ 62.000 no mês passado. Neste mesmo dia do ano passado, o preço girava em torno de US$ 7.000.

Fonte: Portal Bitcoin