Pastel do Lacre | Prefeito Fábio do Pastel vai instalar barreiras sanitárias e adota novas medidas de prevenção à Covid-19 após o tsunâmi da morte atingir a cidade

644

O município de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio, vai adotar novas medidas de prevenção contra a Covid-19. Entre elas, está a instalação de barreiras sanitárias. As medidas foram publicadas em decreto nesta quinta-feira (8).

Segundo a Prefeitura, as ações de fiscalização continuam em pontos estratégicos da cidade a fim de evitar a circulação de pessoas que não residem ou não trabalhem no município.

A cidade registrou média de 71% da taxa de ocupação de leitos de Unidade de Pacientes Graves (UPG) e média de 100% de ocupação dos leitos de observação, sem filas de espera para leitos. A taxa de positividade da doença ficou em 61,3%. A Secretaria de Saúde destaca que além do Centro de Triagem e Tratamento de Covid-19, o município disponibiliza atendimentos primários para os casos suspeitos em seis postos de saúde para melhorar a assistência à população.

Confira as medidas determinadas pelo Decreto:

Aulas

O novo Decreto nº 074 autoriza as matrículas e aulas nas escolas e creches particulares para o ano letivo de 2021, a partir da próxima segunda-feira (12). O documento define que as instituições de ensino devem seguir rigorosamente o protocolo de retorno às aulas. A escolha da modalidade presencial, não presencial ou híbrida, ficará a critério de cada instituição particular.

Já na rede de ensino pública, as aulas seguem no formato não presencial. A Secretaria de Educação irá avaliar os critérios e condições que deverão ser observados para a transição de fases até o momento da implementação da modalidade presencial. A secretaria irá apresentar protocolo específico para a situação.

A fiscalização do cumprimento das diretrizes estabelecidas pelo Decreto, ficará a cargo da Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Municipal.

Comércio

Estabelecimentos comerciais como bares, restaurantes, trailers, foodtrucks, lojas de conveniência localizadas em postos de gasolina, dentre outros locais que comercializam alimentos e bebidas, tiveram horário de funcionamento restrito das 10h até às 22h, podendo o cliente permanecer no interior do estabelecimento até às 23h.