Secretária de Saúde do Estado diz que entrega vacinas e kits intubação a municípios até quinta-feira

228
Governador em exercício do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro

ESTADO DO RIO – A Secretaria de Estado de Saúde (SES) disse na noite desta quarta-feira (13) que fará até quinta-feira a entrega de 215.250 doses da vacina Oxford/AstraZeneca aos 92 municípios do estado.

A pasta afirma também que serão distribuídos também medicamentos do “kit intubação” aos municípios e unidades de saúde que atendem pacientes em tratamento de Covid-19.

Funcionários de hospitais de unidades da Região Metropolitana do Rio relataram a falta de remédios para sedar pacientes, o que obriga pacientes a serem intubados ainda conscientes e amarrados.

Segundo a SES, a cidade do Rio retiraria ainda na quarta as doses por via terrestre, na Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) da SES, em Niterói. Já os municípios de Niterói, São Gonçalo e Maricá vão realizar a retirada na quinta, também na CGA.

Para os outros 88 municípios, a distribuição acontece a partir das 7h por helicópteros, que sairão do Grupamento Aeromóvel da Polícia Militar e do 12º BPM, em Niterói.

As doses de vacina da Oxford/AstraZeneca foram entregues pela Fiocruz diretamente à SES, após pedido do Governo do Estado. A medida agiliza a distribuição da vacina, uma vez que os lotes destinados ao Rio de Janeiro não precisam mais passar pelo Centro de Distribuição do Ministério da Saúde, em São Paulo.

Até as 9h desta quarta-feira (14.04), o estado registrava 1.715.096 de pessoas vacinadas com a primeira dose e 476.115 com a segunda.

A Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) afirma que estabeleceu um cronograma de metas para que as secretarias municipais de saúde realizem a inserção no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) dos dados de vacinas aplicadas em em tempo mais célere. O estado já distribuiu 4,5 milhões de doses de vacinas, mas apenas 58% da primeira dose e 22% da segunda dose foram informadas como aplicadas ao MS.

Kit intubação

A SES disse ainda que aderiu a uma ata do Ministério da Saúde (MS) para aquisição dos medicamentos e realiza um processo de compra para suprir a necessidade do estado nos próximos três meses. A SES fez ainda um pedido de aditivo de 50% no contrato de adesão da ata do MS para receber mais medicamentos e já obteve duas respostas positivas. Os medicamentos que estão sendo entregues nesta quinta-feira (15) foram comprados por meio dessa aquisição feita pela SES.