PM é morto pelo próprio filho depois de suposto desentendimento

A Polícia Civil informou que o cabo Igor Sérgio Moreira da Silva, lotado no 19º BPM (Copacabana), teria ameaçado com uma arma de fogo o filho e a esposa dele.

474

RIO DE JANEIRO – O cabo da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM) Igor Sérgio Moreira da Silva, de 41 anos, foi morto pelo próprio filho, na madrugada desta quinta-feira (15), em casa, no município de Nilópolis, na Baixada Fluminense.

A morte do policial aconteceu depois de um desentendimento familiar, segundo informações da Polícia Civil.

De acordo com os investigadores, Igor chegou em casa e teve uma discussão com seu filho, Yan Sérgio Santos Moreira da Silva, de 21 anos, e sua esposa, Alecindra Pereira dos Santos, de 40 anos.

A confusão aumentou quando o PM pegou sua arma e ameaçou de morte os dois familiares.

Ainda segundo a Polícia Civil, Igor deixou a arma cair no chão quando tentava agredir o filho. Em seguida, o jovem pegou a arma e disparou contra o próprio pai.

Após o ocorrido, Yan Sérgio ligou para a polícia e informou o que tinha acontecido.

Policiais do batalhão de Mesquita (20º BPM) registraram a ocorrência e encaminharam todos os envolvidos para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.