Prefeito de Maricá Fabiano Horta suspende vacinação contra Covid-19 por falta de doses em estoque

144

A partir desta quinta-feira (22), a vacinação contra a Covid-19 em Maricá, na Região Metropolitana do Rio, está suspensa. A Secretaria Municipal de Saúde explicou que paralisou a imunização por falta de doses em estoque.

A suspensão é da aplicação tanto da primeira quanto da segunda dose.

A cidade informou que não recebeu novos lotes de vacina do Ministério da Saúde nesta semana. A última vez que chegaram doses no município foi no sábado (17), quando equipes de Maricá retiraram um lote na Coordenação Geral de Armazenagem da Secretaria Estadual de Saúde, em Niterói.

O segundo motivo para essa interrupção é que o lote não tinha doses suficientes para imunizar todo o público estabelecido pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), sendo um volume abaixo da necessidade real da cidade.

A Secretaria Municipal de Saúde também argumentou que registrou mais perdas de frascos de vacina do que o esperado, e que a situação foi comunicada ao estado.

Por enquanto, não há previsão de quando novas doses serão distribuídas pelo estado do Rio.

A Prefeitura de Maricá ressaltou que, quando for retomada, a vacinação vai seguir o público do calendário já divulgado, a partir dos 61 anos ou mais.

Na terça-feira (20), a Prefeitura entrou com uma ação contra a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pedindo que a justiça autorize a importação das 500 mil doses da vacina Sputnik V, negociadas com a Rússia. O imunizante ainda não recebeu registro da Anvisa.

A Secretaria de Saúde reforçou que a campanha de vacinação contra a gripe continua normalmente em todas as unidades da Estratégia de Saúde da Família.