Deputado Federal Daniel Silveira rebate acusações de abastecimento irregular

148

BRASIL – Segundo assessoria de Daniel Silveira, são realizados faturamentos mensais O deputado federal Daniel Silveira rebateu as acusações feitas a respeito de supostos abastecimentos irregulares.

A denúncia foi feita pelo Instituto OPS (Observatório Político Socioambiental) e dada, em primeira mão, pelo jornalístico Fantástico, da TV Globo. Na segunda-feira (19), o Diário repercutiu a reportagem em suas redes sociais.

A assessoria de comunicação do deputado enviou nota ao Diário sobre o assunto em que classifica a matéria como uma “sofrível intenção de assassinato de reputação” do parlamentar. Segundo o texto, Daniel e sua equipe de assessores atendem a agendas e demandas em todo o estado e, com isso, são feitos faturamentos mensais dos abastecimentos.

A assessoria reforça também que, para cada abastecimento realizado pelo parlamentar ou por sua equipe, é emitido um documento fiscal e, ao longo do mês, são feitos vários abastecimentos. O faturamento da nota fiscal para cobrança engloba todos os abastecimentos efetuados ao longo do período e todos os documentos fiscais são informados no romaneio de controle e relatório detalhado, que segue junto com a nota fiscal final.

A equipe do deputado nega que haja abastecimento de quantidades elevadas em uma única mangueirada e apresentou os relatórios e notas fiscais ao Diário juntamente com a nota de esclarecimento.

Também são lembradas as atribuições do mandato que demandam deslocamento do deputado ou assessoria e consequentemente, gasto de combustíveis.