Padre da Diocese de Petrópolis, RJ, Carlos Veraldo morre vítima da Covid-19

110

Morreu na manhã desta quarta-feira (28) vítima da Covid-19 o padre Carlos Veraldo Pereira, de 57 anos, responsável pela Paróquia de São Sebastião no Carangola, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. Padre Carlos Veraldo estava internado há cerca de oito dias no Hospital Unimed.

De acordo com a Diocese de Petrópolis, o padre foi o primeiro sacerdote da diocese a morrer vítima da Covid-19. Outros padres tiveram o vírus e ainda estão em recuperação e outros estão totalmente curados, assim como Dom Gregório Paixão, segundo a diocese.

O sepultamento do padre acontece nesta quinta-feira (29) e será acompanhado, seguindo os protocolos sanitários, apenas pelo bispo diocesano, alguns sacerdotes e familiares. Também devido à causa da morte, não haverá velório.

O bispo da Diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, OSB, lamentou a morte do Padre Veraldo, afirmando que ele era um sacerdote dedicado e sempre atendo as necessidades do povo.

Padre Carlos Veraldo nasceu em 28 de agosto de 1963, em Santana do Deserto, Minas Gerais. Com o desejo de ser sacerdote entrou para o Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino, onde cursou o ensino médio e, após conclusão, deu início aos estudos de Filosofia e Teologia. A sua ordenação sacerdotal aconteceu em 10 de dezembro de 2000, na Catedral São Pedro de Alcântara.

Durante o seu ministério sacerdotal, Padre Veraldo ficou conhecido como um padre acolhedor e simples, porém, firme no testemunho de Cristo. Como padre iniciou seu ministério na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Raiz da Serra como vigário paroquial. O mesmo cargo exerceu na Paróquia Nossa Senhora da Ajuda, em Guapimirim.

Como vigário paroquial de Guapimirim, contribuiu muito para formação e criação da Paróquia Nossa Senhora Aparecida em Parada Modelo. Ao ser transferido para a Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Venda Nova, Teresópolis, assumiu o cargo de pároco em janeiro de 2009, ficando na comunidade até sua transferência para a Paróquia São Sebastião do Carangola, em Petrópolis, onde assumiu o cargo de pároco em março de 2019.

Comentários