NÃO SE TORNA TRADER DA NOITE PRO DIA | Servidor de uma prefeitura desvia milhões de reais para operar e perde a quantia. Veja o caso:

378

Um funcionário da Prefeitura de Dom Pedro de Alcântara, no interior do Rio Grande do Sul, é acusado de desviar dos cofres públicos da cidade, cerca de R$8 milhões de reais nos últimos 13 meses para fazer trade na Bolsa de Valores.

Os desfalques vieram à tona, quando o banco que presta serviço à administração minicipal alertou o prefeito e o vice sobre várias transferências de até R$50 mil reais, que iam para a conta pessoal do servidor. Para polícia, o funcinário público afirmou que tentava recuperar suas perdas no mercado de ações.

O investigado ainda disse na Delegacia, que iria devolver os valores assim que conseguisse recuperar tudo na Bolsa, mas infelizmente isso não aconteceu.

De acordo com pesquisas encomendadas pelo setor financeiro, mais de 90% dos traders não ganham dinheiro na Bolsa de Valores.

Vale lembrar, que só se pode se considerar um trader, após o operador ter 5 anos de experiência no mercado, ou seja, ele precisa viver da Bolsa durante todo esse período.

O programa da TV Globo, ‘Fantástico’, fez uma matéria sobre o caso no último domingo (02) e revelou o nome do suspeito, que se chama Simão Justo dos Santos, ele atuava no setor de Contabilidade e Tesouraria do município.

A reportagem também alertou, que o mercado de forex é proibido no Brasil.