Capitão da reserva do Exercito é preso suspeito de estupro de vulnerável e porte ilegal de arma de fogo

Agentes da Dcav capturaram Delson de Salles Teixeira por porte ilegal de arma. Ele pe investigado em inquérito sobre estupro de vulnerável

241

Um capitão da reserva do Exército foi preso em flagrante, nesta quinta-feira, pelo crime de porte ilegal de arma. Agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav) foram ao endereço do militar, em Sepetiba, para cumprir mandado de busca e apreensão expedido em inquérito que apura o crime de estupro de vulnerável.

No local, os agentes encontraram uma pistola calibre 7.65, com 8 munições intactas, sem registro, e apreenderam aparelhos celulares. O acusado foi identificado como Delson de Salles Teixeira.

As investigações tiveram início quando os agentes receberam, via Disque-Denúncia, um vídeo, gravado pela própria vítima, mostrando os abusos praticados pelo acusado. Os policiais instauraram inquérito e, no decorrer das investigações, pediram a prisão de Delson de Salles Teixeira por estupro de vulnerável. A Justiça, no entanto, deferiu apenas mandados de busca e apreensão.

Além do militar, os policiais também abriram inquérito para apurar responsabilidade dos pais da vítima por, supostamente, terem acobertado o crime. De acordo com os agentes da Dcav, os pais relataram que não denunciaram o crime à polícia pois eram ameaçados pelo acusado.