Modelo diz a policia que estava fazendo sexo com MC Kevin antes do artista cair de varanda de hotel no Rio

1790

A modelo Bianca Domingues, que estava no quarto 502 do hotel na praia da Barra da Tijuca, onde o funkeiro Kevin Nascimento Bueno, o MC Kevin, de 23 anos, caiu e morreu, relatou à polícia que estava mantendo relações sexuais com ele na varanda. Em depoimento, ela disse que o artista tentou sair do local, com medo da mulher, a advogada Deolane Bezerra, pulando para o apartamento de baixo, mas se desequilibrou.

“Ele acreditava que a esposa estava na porta do quarto, ficou assustado e tentou sair”, disse à polícia. Ela foi a última a sair da delegacia, nesta segunda-feira. A Polícia Civil sabe que apenas três pessoas estavam dentro do quarto do hotel. Além de MC Kevin e Bianca, o funkeiro Victor Elias Fontenelle também estava no local. Os três fizeram sexo no quarto e, logo depois, Bianca e Kevin seguiram para a varanda.

“Depois dessa discussão, a Deolane foi para o quarto em que estava hospedada com ele e não saiu de lá. Ela o procurou, mas apenas por meio de telefone. O que se sabe é que em nenhum momento ela saiu do quarto”, contou uma fonte da polícia. As investigações estão a cargo do delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca).

Entre a madrugada de sábado e a noite de segunda, a polícia já tinha ouvido oito testemunhas. A polícia descartou a primeira informação de que o artista teria tentado pular na piscina do hotel, mas acabou batendo com a cabeça. Kevin caiu de uma altura de quase 20 metros. 

O funkeiro estava no Rio para uma apresentação em uma casa de shows em Vila Valqueire, na Zona Norte do Rio. Segundo a Prefeitura do Rio, o evento era ilegal e não tinha autorização para ser realizado.