Brasil movimenta mais R$ 1,2 bilhão em Bitcoin em 24 horas

115

Esta quarta-feira (19) foi agitada para o mercado de criptomoedas em todo o mundo. No Brasil, as negociações de Bitcoin atingiram a expressiva marca de R$ 1,23 bilhão movimentados em 24 horas.

De acordo com o Cointrader Monitor, foram cerca de 5.674 BTC transacionados no período.

Preço do Bitcoin

Queda do Bitcoin movimentou o mercado

A queda de preço do Bitcoin para perto dos US$ 30.000 causou um verdadeiro alvoroço no mercado. Embora tenha conseguido se recuperar timidamente para a faixa de US$ 39.000, o BTC causou estragos durante o dia.

O mercado de criptomoedas como um todo foi puxado para baixo, exchanges de criptomoedas travaram e interromperam saques e milhares de traders foram liquidados.

Além disso, enquanto alguns investidores correram para se desfazer de suas criptomoedas por pânico, outros aproveitaram a forte correção para aumentar suas participações. E, provavelmente, foi isso que aconteceu no Brasil.

Os brasileiros correram para as exchanges para comprar mais Bitcoin, resultando na movimentação bilionária.

A título de comparação, no primeiro trimestre deste ano, o dia que registrou a maior movimentação de Bitcoin foi 11 de janeiro. Na data, 4.469,60 BTC foram movimentados, o que equivalia, na época, a cerca de R$ 890 milhões.

Vale destacar que, naquele dia, o Bitcoin era negociado em torno de R$ 251.400, na cotação em reais. Hoje, a criptomoeda está custando R$ 216.700, aproximadamente.

Binance negociou quase metade do valor

A plataforma que mais concentrou as negociações de BTC desta quarta foi a Binance, que há algum tempo assumiu a liderança entre as exchanges mais usadas no Brasil.

Em abril, por exemplo, a corretora transacionou 8.794,9 BTC, respondendo por cerca de 30% de todas as transações realizadas no período.

Já nesta quarta-feira, a plataforma movimentou 2.660 BTC, ou R$ 566 milhões. Dessa forma, respondeu por 46,6% do total negociado no dia.

Em segundo lugar, ficou o Mercado Bitcoin com 746 BTC movimentados, ou R$ 159 milhões (13%,1). E, em terceiro, ficou a exchange BitPreço, com 596 BTC transacionados, ou R$ 126 milhões (10,5%).

Exchanges