Mãe de traficante morto no Jacarezinho pede indenização por vídeo falso e processa mais 17 pessoas entre elas o ator Thiago Gagliasso

269

A mãe de um dos mortos na operação da Polícia Civil no Jacarezinho, na Zona Norte, está pedindo indenização a deputados e blogueiros após eles terem vazado um vídeo na internet a acusando de segurar armas enquanto dançava em um terraço. Pelo menos 17 pessoas serão processadas por Adriana Santana de Araújo. A defesa pedirá na Justiça R$ 40 mil de cada um.

Entre as pessoas que Adriana pretende processar, estão o youtuber Victor Lucchesi, o jornalista Allan dos Santos e o ator Thiago Gagliasso.

O vídeo na verdade mostra Rosana Coutas, de 48 anos, e Vera Lúcia Coutas, de 69. Elas alegaram que as armas que aparecem nas imagens eram de air soft. Disseram ainda que a filmagem foi feita durante um churrasco com os netos.

“O vídeo é de um churrasco que a Rosana e a Vera estavam presentes com os netos, jogadores de air soft. Estavam com simulacros em uma brincadeira, em família. Esse vídeo acabou vazando e a imagem delas foi veiculada à mãe de um dos mortos na operação”, disse o advogado das duas, André Oliveira, em um vídeo.

Segundo ele, Rosana e Vera que moram em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, têm sofrido ameaças na rua por conta da disseminação da informação falsa.