Dr. Serginho é o grande Padrinho disso tudo, afirmou o governador Cláudio Castro em relação a reabertura do IML de Cabo Frio

162

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), assinou nessa última sexta-feira (21) o Termo de Cooperação Técnica entre as Secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação e Polícia Civil para a reabertura do Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio-RJ, que está fechado há cinco anos.

O chefe do executivo estadual afirmou na reunião, que o secretário de Ciência e Tecnologia, Dr. Serginho (Republicanos), é o grande padrinho desse projeto. Castro ainda disse, que Serginho fez o bom combate e lutou até o fim para que o IML cabo-friense tivesse seguimento na sua reforma e consequentemente na sua reinauguração.

Cláudio falou, que o Dr. Serginho é o cara, pois mesmo quando não estava alinhado com o governo (na época do rompimento com o governador cassado Wilson Witzel) ele (Serginho) nunca deixou de brigar pela causa.

“Dizer Serginho, que você é um lutador. Por isso, desde que você não estava nos quadros de secretário e te dá os parabéns por você entender o quanto é fundamental a gente está… Muito do teu mérito como deputado ainda, né? Deputado que você é. Entender que o papel do deputado é esse: de lutar pelo recurso, de brigar no sentido positivo. A boa luta, né? O bom combate, é isso aí. Esse é o bom combate, que você como deputado… ainda que em situações de não alinhamento e tudo, você nunca deixou de lutar.

Eu queria te dá os parabéns e dizer que… o que a gente está conseguindo hoje, isso também é pela sua luta regional ali no que você faz. É muito importante quando um deputado, ele vem aqui com uma pauta que é pra sociedade e não com uma pauta própria.

Dizer que eu não tenho dúvidas, que você é o grande padrinho disso e te dá os parabéns. E dizer, que é assim: é batalhando, é lutando, é vencendo uma dificuldade por dia. É dizer, que eu estou muito feliz da gente poder reabrir” finalizou o governador Cláudio Castro.

Na hora da assinatura do Termo, o governador brincou dizendo não saber quem seria Sergio Luiz Costa Azevedo Filho, mas que o Dr. Serginho era o cara.

“Eu falei: Sergio Luiz Costa Azevedo Filho, eu não sei quem é, cara. Dr. Serginho é o cara”, falou Castro descontraído.