Helicóptero da TV RECORD é alvejado por fuzil e acerta piloto que sobrevoava em comunidade do Rio

436

O piloto de um helicóptero de uma emissora de televisão da RECORD foi baleado, na manhã desta sexta-feira, quando sobrevoava a região da Mangueira, na Zona Norte do Rio. De acordo com a Polícia Militar, ele foi atingido numa das pernas e aterrissou a aeronave no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Engenho de Dentro. A vítima foi socorrida por agentes do 3º BPM (Méier) e levada para o Hospital municipal Salgado Filho, no mesmo bairro. O estado do piloto é estável, segundo a Secretaria de Saúde.

No momento em que o piloto foi atingido, ocorria um intenso tiroteio na Mangueira. Em redes sociais, moradores da comunidade escreveram que passaram por momentos de pânico e alertaram quem fosse passar pela região:

“(Vou) chegar atrasada no trabalho hoje porque o tiro estava comendo na Mangueira e não dava para sair de casa”.

“Passei um sufoco agora na Mangueira, muito tiro, parceiro, a bala batendo perto de nós. Bagulho do nada”.

“Muito tiro ma Mangueira. Se alguém for passar perto daqui, muito cuidado!”.

“Mangueira amanheceu com tiro para todo lado. Não para”.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que o confronto começou depois que equipes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Mangueira que realizavam policiamento pela Rua Visconde de Niterói foram atacada a tiros por criminosos. Equipes da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) e do 4º BPM (São Cristóvão) seguiram em apoio. O policiamento foi reforçado na região.



De acordo com a Polícia Civil, a ocorrência foi encaminhada para a 17ª DP (São Cristóvão). A perícia na aeronave já foi requisitada para que os investigadores tentem identificar o tipo de armamento que a atingiu e também de onde partiram os disparos.