Como será o Bitcoin do futuro? Entenda o potencial da criptomoeda

159

Bitcoin, uma moeda descentralizada, programável, um dinheiro digital nativo do ciberespaço da internet, está ganhando o mundo em um ciclo de adoção e expansão incrivelmente rápido. Mas afinal, qual será o futuro da criptomoeda, e quanta demanda de mercado o BTC pode ganhar da economia mundial?

Um dos principais pilares fundamentais do Bitcoin é que ele é um dinheiro ou moeda programável, podendo se moldar para obter novas funcionalidades, características e melhorias que agregam valor a sua rede.

Tais mudanças no protocolo base podem ocorrer através de soft-forks, que não quebram o consenso e não geram uma nova versão do código não retrocompatível, isto é, uma nova criptomoeda, como o Bitcoin Cash e tantas outras cópias.

Ou pode haver também a criação de protocolos de segunda camada (layer 2), que se utilizam da robustez e segurança do protocolo base para criar novas funcionalidades de mercado que agregam valor à rede principal.

Por conta dessa possibilidade de expansão e melhorias, o BTC mudou ao longo dos anos, melhorando sua usabilidade, segurança, escalabilidade e velocidade.

Mas afinal, o que mudou com o Bitcoin nos últimos anos e quais tecnologias serão adicionadas no futuro através da melhoria do protocolo? Será que muitas altcoins e serviços centralizados podem se tornar obsoletos com o tempo? 

Lighting Network

Lightning Network, a rede relâmpago do Bitcoin, é um protocolo de segunda camada que permite aos usuários enviar valores em btc de maneira rápida e barata, não sendo necessário pagar as altas taxas da rede principal, nem esperar as lenta confirmações necessárias.

A iniciativa visa resolver o problema de escalabilidade do Bitcoin sem perder descentralização através do aumento do tamanho do bloco, como ocorreu com o Bitcoin Cash. No entanto, a rede ainda precisa ganhar adoção através da criação de infraestruturas e ganho de liquidez.

RSK

RSK pode ser definido como o Bitcoin DeFi (Finanças Descentralizadas), onde o protocolo de camada 2 utiliza a segurança, robustez e adoção da camada principal para executar as funcionalidades presentes no setor através de smart contracts.

Dentre as funcionalidades do protocolo está a de identidades digitais, armazenamento, comunicação, marketplaces e gateways descentralizados.

Segwit

O softfork Segregated Witness (Segwit) foi uma das soluções para aumentar a escalabilidade do Bitcoin sem alterar suas propriedades de descentralização. 

A atualização permitiu a otimização do espaço limitado do bloco, fazendo com que mais transações sejam processadas na layer 1, diminuindo as taxas pagas pelos usuários.

Drivechain

Drivechain pretende criar um ecossistema de sidechains interoperáveis com a camada 1, de modo que cada blockchain auxiliar ou alternativa possa receber ou enviar moedas nativas da rede principal com facilidade. 

Desse modo, cada sidechain pode ter suas próprias funcionalidades e características, como se diversas altcoins pudessem existir dentro do Bitcoin, claro, utilizando o BTC como um ativo para lastrear esses tokens nas sidechains.

O futuro

Além das tecnologias acima citadas, muitas outras, como o Taproot, que auxiliará em muito a Lighting Network, e outras melhorias estão sendo desenvolvidas para a rede monetária descentralizada que está revolucionando o mundo.

Caso a maioria dessas essas iniciativas ganhem adoção em meio a expansão do Bitcoin, a criptomoeda tem o potencial de conquistar uma grande parcela da economia mundial de maneira como nenhum outro ativo na história o fez, nem mesmo o ouro ou o dólar.

O Bitcoin é definitivamente algo sem precedentes na história da humanidade, e o seu desenvolvimento pode estar para o sistema financeiro legado e para o mercado de altcoins como a internet esteve para a comunicação centralizada e para os concorrentes do protocolo base da internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque seu comentário!
Por favor coloque seu nome aqui