Bocão do Povo–Veja os destaques da Política da Região dos Lagos desta Terça – Feira (08)

Zé Pocotó; Inauguração da FAETEC é adiada; Vereador quer distribuir absorvente; Escondidinho do Zé; Bate boca de Jesus, Léo e Jean deu o que falar; Sem teste não entra na Câmara; Codeço e a proteção às mulheres; Donativos do Vasconcelos; Perguntar não ofende né Zé?; Alexandre precisa se informar

212

Inauguração da FAETEC é adiada

A inauguração da FAETEC, marcada para sábado foi transferida para o próximo dia 19, a pedido do secretário de Ciência e Tecnologia, Sérgio Luiz Azevedo, o doutor Serginho, por conta da agenda do governador Claudio Castro que quer estar presente na cidade. Iguaba Grande comemorou nesta terça-feira, 26 anos de emancipação político-administrativa e a instalação da unidade do município é um sonho antigo da população . A unidade está localizada no bairro Cidade Nova. Tem cinco salas com capacidade para 15 alunos cada uma, ou seja a cada turno serão 75 estudantes aprendendo uma profissão. Entre os cursos que serão ser oferecidos estão: programação de aplicativos, LIBRAS, Eletricista, Encanador, Carpinteiro de obras e de telhado, refrigeração e gestão de negócios.

Vereador quer distribuir absorvente

O vereador Rafael Aguiar, presidente da Câmara de Búzios, apresentou projeto de lei que obriga a prefeitura a fornecer absorventes nas escolas de ensino fundamental, ensino médio regular e de Educação de Jovens e Adultos De acordo com o projeto, o governo deverá garantir, também, através de palestras e material impresso, informação de qualidade para as meninas e adolescentes quanto ao ciclo menstrual e suas etapas. O vereador diz que o objetivo do projeto é resguardar as crianças e jovens de Búzios. A distribuição do absorvente e a orientação correta livrará muitas meninas de infecções causadas pelo cuidado precário do corpo durante o período menstrual. “É sabido que, por falta de condições ou de informação, muitas utilizam de retalhos de pano, miolo de pão, jornal, entre outros materiais impróprios para o controle do fluxo menstrual nesse período”, frisa o vereador na justificativa do Projeto, encaminhado a Comissão de Constituição e Justiça para análise.

Alexandre precisa se informar

O prefeito de Búzios, Alexandre Martins tem se declarado contrário ao transposição dos efluentes do tratamento de esgoto da Lagoa de Araruama para o Rio Una, em Búzios, mas não sabe que o projeto de transposição, encabeçado pelo Consórcio Lagos São João, foi autorizado, em 2013, pelo ex-prefeito André Granado. Alexandre Martins precisa saber, também, que a Câmara, ao aprovar a lei que autorizou a participação de Búzios no Consórcio, delegou ao comitê, formado por doze municípios, o poder de tomar as decisões e determinar as ações referentes ao saneamento na cidade. O primeiro passo para a transposição, que pretende acabar com o lançamento de água doce na Lagoa de Araruama, foi dado pelo ex-prefeito Mirinho Braga, ao autorizar a transposição dos efluentes da Estação de Tratamento do Jardim Esperança para o Rio Una.

Municípios vivem apagão

Os moradores de, pelo menos, três municípios da região vivem um verdadeiro apagão na iluminação pública. Em Cabo Frio, a situação é critica. A escuridão só aumenta e não é um privilégio dos bairros da periferia. A praia do Forte e as ruas próximas, entre elas a Tamoios, estão um breu. Os moradores reclamam mas a prefeitura não resolve. Só o apagão administrativo no governo de Zé supera o apagão nas ruas. Em São Pedro da Aldeia, moradores da Ponta do Ambrósio também reclama da falta de manutenção, assunto que tem sido recorrente nas lives do prefeito. O problema é a distância entre o que o prefeito fala na internet e a realidade. Um poste na Rua Antônio Araújo de Mendonça, em frente a praça de Esportes, por exemplo, está há mais de uma semana às escuras. Em Búzios, como a Oluz não emplacou no pregão, os moradores continuam na escuridão. Rasa, Vila Verde, Arpoador, Alto da Rasa e Baía Formosa, além da escuridão enfrentam o aumento no número de assaltos nas ruas. Quando cai a noite, ninguém sai mais de casa.

Escondidinho do Zé

O requerimento 133/2021, pedido pelo vereador de Cabo Frio, Léo Mendes (DC), onde o nobre edil requer do prefeito José Bonifácio (PDT) todos os extratos bancários de todas as contas correntes de aplicação do município, foi derrubado pela base governista da Câmara. Os vereadores que apoiam o governo de Zé, foram orientados a negar a solicitação de transparência pedida por Léo. Aí fica a pergunta: o que o governo de Bonifácio tem a esconder da população, que não possa mostrar as contas municipais da cidade? O povo não entendeu até agora o porquê o pedido não foi aceito pelos apoiadores de Zé da Casa Legislativa cabo-friense.

Bate boca de Jesus, Léo e Jean deu o que falar

Na sessão da Câmara Municipal de Cabo Frio desta terça-feira (8), os vereadores Roberto Jesus (MDB) e Léo Mendes (DC) bateram boca com o vereador Jean da Auto Escola (PL). O motivo do desentendimento, foi em virtude da falta dos nobres edis na última sessão da Casa, onde não houve quórum para a realização dos trabalhos. Jean alegou estar com medo de ir à Câmara por causa do surto da covid-19, que acabou pegando o diretor da Câmara e o seu colega de legislatura, Vanderson Bento (PTB). Léo refutou os argumentos de Jean, alegando que o mesmo saiu as ruas em plena pandemia no ano passado e se aglomerou para pedir votos. Jesus afirmou, que o medo de Jean não fazia sentido, porque o mesmo tem um empreendimento no bairro Jacaré, onde pessoas se aglomeram sempre. O líder da base governista, Davi Souza (PDT), tentou defender Jean, mas foi acusado por Roberto Jesus de andar pelos bairros cabo-frienses sem máscara de proteção. Davi admitiu, que anda realmente pelas ruas da cidade, mas negou não usar máscara. O presidente Miguel Alencar (DEM) interferiu na discussão e tudo se acalmou no recinto.

Sem teste não entra na Câmara

A ideia do presidente da Câmara Municipal de Cabo Frio, Miguel Alencar (DEM), é colocar a sessão da Câmara de forma híbrida a partir de agosto. No entanto, nesta quinta-feira (10) já haverá um teste por parte da equipe técnica da Casa para tentar implantar a sessão remota ainda neste mês de junho. Os vereadores da base governista estão brigando para que as sessões possam ser digitais, somente assim, eles poderão trabalhar de casa sem nenhum risco de se contaminarem com a covid-19.

Codeço e a proteção às mulheres

O Projeto de Lei 155/2021, de autoria da vereadora Alexandra Codeço, também foi colocado em pauta nesta terça-feira. A parlamentar usou a tribuna para explicar como funcionará o dispositivo, que busca vedar a nomeação, no âmbito da Administração Pública direta e indireta, dos aprovados em concursos públicos ou processos seletivos de candidatos condenados por crimes cometidos com violência doméstica e familiar contra a mulher. “O objetivo sempre será aperfeiçoar o sistema de proteção às mulheres vítimas de violência doméstica e criar uma maneira de coibir esses comportamentos reprováveis, que devem ser repelidos pela atuação conjunta da sociedade e do poder público, impedindo que os agressores sejam nomeados em cargos ou empregos públicos”, explicou a parlamentar.

Donativos do Vasconcelos

Na sessão ordinária desta terça-feira (8), os vereadores debateram sobre a criação da Central de Arrecadação e Distribuição Municipal de Donativos em Cabo Frio. O Projeto de Lei 188/2021 é de autoria do parlamentar Thiago Vasconcelos. A finalidade é arrecadar alimentos, roupas, materiais escolares e móveis que estejam em condições de consumo e uso. O local será coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Serão beneficiadas entidades ou grupos organizados com necessidades urgentes e imediatas, assim como pessoas físicas devidamente cadastradas. É necessário que os beneficiários morem em Cabo Frio e não tenham renda acima de um salário mínimo. “O principal objetivo deste projeto é propiciar à população em situação de vulnerabilidade social, buscando trazer o mínimo de dignidade ao cidadão cabo-friense. A Central será uma referência para realização das doações e da redistribuição entre os beneficiários, ocorrendo de forma justa e eficiente para atender ao maior número de necessitados”, explicou o vereador autor.

Vacinação emperra e nova onda ameaça

A vacinação contra a COVID-19 na região emperrou apesar das previsões de uma nova onda da doença atoigir o país. Araruama, verdade seja dita, é o único município que já está vacinando o público geral enquanto as demais cidades ainda imunizam as pessoas com comorbidades. A desculpa dos governos é sempre a mesma: a escassez de doses, mas desde o início da vacinação tem faltado transparência às prefeituras. Ninguém sabe, por exemplo, qual número de pessoas portadoras de comorbidades em cada cidade. A divulgação desses números permitiria as pessoas que não integram o grupo ter uma previsão de quando estará sendo vacinado.

Perguntar não ofende né Zé?

As camisas em alusão ao Parque do Mico Leão Dourado que estavam sendo distribuídas sábado em profusão durante a inauguração da sede do parque, em Tamoios, foram pagas com dinheiro público? Teve licitação? Foi carta convite? Ou terá sido doação? Perguntar não ofende, ajuda a esclarecer.

Zé Pocotó

Pelo visto o prefeito de Cabo Frio não está preocupado com a Covid-19, Bonifácio irá realizar um grande evento em Cabo Frio, que poderá causar a morte de muitas pessoas mediante uma grande contaminação da covid-19. Um aglomeração muito grande será causada nesse vento. O Prefeito Zé Pocotó vai da no dia 23 a 26 de junho, o Parque de Exposições de Tamoios, em Cabo Frio, vai receber a 1ª Exposição Especializada do Cavalo Mangalarga Marchador. O evento tem como objetivo divulgar a raça e incentivar o pecuarista local, além de reunir criadores de todo o Estado do Rio de Janeiro. Pelo menos 140 cavalos já estão inscritos para participar da exposição. Alguns são de propriedade de criadores de cidades da Região dos Lagos, como de Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Rio Bonito. Cabe ressaltar que este tipo de eventos na cidade estão proibidos de acordo com o decreto assinado pelo prefeito José Bonifácio, o Decreto Municipal 6.528, com medidas atualizadas de controle à disseminação do coronavírus em Cabo Frio. As novas regras implementam mudanças para o setor de bares e restaurantes, e mantém a proibição para shows, eventos e transporte náutico de passageiros com finalidade turística, entre outras medidas. Veja o decreto assinado por Bonifácio – Novo decreto com medidas de combate à Covid-19 entra em vigor em Cabo Frio – Prefeitura Municipal de Cabo Frio.