Polícia indicia mãe de Nego do Borel por agressão à enteada; Roseli Gomes nega as acusações

271

A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) indiciou Roseli Viana Gomes, mãe do cantor Nego do Borel, e seu atual companheiro pelos crimes de maus-tratos e lesões corporais contra uma menina de 8 anos. A vítima é filha do autor.

As agressões foram constatadas no dia 24 de maio deste ano, por meio de um laudo do Instituto Médico Legal (IML), pelo depoimento da vítima a policiais capacitados e por declarações contraditórias do pai e da madrasta, que negaram as acusações. O exame apontou que as lesões não poderiam ter sido praticadas pela mãe biológica durante o fim de semana em que passou com a filha, pois eram anteriores.

Segundo as investigações, a criança narrou para sua mãe que, ao contar para o pai sobre as agressões da madrasta, também foi agredida por ele e castigada. O Conselho Tutelar também esclareceu que, no dia 10 de maio, já havia sido acionado pela mãe biológica da menina. O motivo das agressões teria sido o uso de um xampu.

O documento da Dcav resume os depoimentos tomados até então e apresenta o laudo do corpo de delito feito na criança.

“Fez constar o perito que a menina seria vítima de diversas agressões com arranhões, chineladas e tapas, praticadas por diversas vezes, e que a última agressão teria ocorrido no dia 17”, afirma a Dcav.

Na descrição, o perito apontou “duas escoriações lineares de dimensões castanhas médias localizadas nas regiões escapular esquerda e antebraço esquerdo” praticadas por ação contundente.