ZÉ MOEDA | Câmara de Cabo Frio aprova moeda social Itajuru de Bonifácio

175

Buscando beneficiar as famílias em vulnerabilidade financeira e comerciantes do município, o prefeito José Bonifácio enviou para a Câmara Municipal de Cabo Frio um Projeto de Lei para a criação da Moeda Social Itajuru. A moeda própria tem como objetivo fomentar o desenvolvimento nas comunidades cabo-frienses.

O PL foi aprovado por unanimidade pelos vereadores em Sessão Extraordinária, nesta quinta-feira (17). A votação aconteceu em regime de urgência. Cabo Frio segue o exemplo bem sucedido de Maricá, cidade que cresceu em número de empregos formais durante a pandemia. Dados apontam que em alguns estabelecimentos, aceita-se mais a moeda social do que cartões de crédito e débito convencionais. Em Maricá, mais de 10 mil comerciantes já utilizam do benefício.

“Este é um grande marco para Cabo Frio. José Bonifácio continua estimulando a participação do cidadão no processo de desenvolvimento do Município. A Moeda Social Itajuru chega para reduzir a desigualdade social, fortalecendo a economia local, não apenas para os grandes comerciantes, mas também os pequenos empreendedores” – afirmou o vereador Davi Souza.

De acordo com a Prefeitura de Cabo Frio, equipes já realizam o cadastro de famílias e pontos comerciais do Manoel Correa, bairro escolhido para início do projeto. O objetivo é destinar, por mês, 200 Itajurus, o que equivale a R$ 200, para 500 famílias em situação de pobreza com cadastro no CadÚnico do Governo Federal. O valor poderá ser gasto no comércio cadastrado, mas impede o uso para álcool e cigarro. A Prefeitura possui a intenção de expandir a moeda social para outros bairros do Município.