CLIMA TENSO | Moradores do Salgueiro relatam clima de tensão após morte de Hello Kitty e Vinte Anos

3536

Rio – Após a confirmação das mortes dos traficantes Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, a Hello Kitty, de 22 anos, e Alessandro Luiz Vieira Moura, o Vinte Anos, de 44, o clima é de tensão na região do Complexo do Salgueiro, nesta sexta-feira. Moradores e comerciantes relatam que o tiroteio ainda não acabou e, por ordem de traficantes, o comércio fechou as portas. A PM reforçou o policiamento em Itaúna e bairros vizinhos. 

“Ainda está muito assustador. A polícia está na comunidade, mas o tráfico já deu ordem e ninguém vai funcionar hoje. Ainda estão rolando tiros em alguns pontos da comunidade”, disse uma moradora, que pediu para não ser identificada.

Nas redes sociais, moradores relatam que por conta dos tiros estão sem poder sair de casa desde o início da manhã, quando houve o confronto que resultou na morte de Helo Kitty, Vinte Anos e outros dois comparsas. 

“Não fui trabalhar por conta dos tiros. Ainda não sei direito o que aconteceu na comunidade, mas o clima está tenso demais”, relatou um internauta.

De acordo com a PM, policiais do 7º BPM (São Gonçalo) e agentes da 72ª DP (Mutuá) receberam a informação de que traficantes faziam uma família refém dentro da comunidade. Com a chegada dos policiais, houve intenso confronto e quatro pessoas foram baleadas e socorridas. Ainda de acordo com a policia, dois dos baleados foram identificados como lideranças do Comando Vermelho (CV) em comunidades de São Gonçalo. 

Segundo a direção do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), quatro baleados vindo do Salgueiro deram entrada na unidade, mas já chegaram em óbito. A operação segue em andamento para localizar a suposta família mantida refém, segundo a polícia.