Falsa médica é presa em flagrante dentro de hospital particular em Nova Iguaçu

361

Uma mulher foi presa em flagrante, no último sábado (17), sob a suspeita de exercer de forma ilegal a função de médica em um hospital particular em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ela usava registro profissional no nome de outra médica e atuava a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Prontonil.

A médica verdadeira foi quem fez o flagrante, após ser alertada que seu nome estava sendo usado em outro hospital. Ela gravou um vídeo e divulgou para denunciar a falsa médica. A mulher que exercia o serviço ilegal foi identificada como Bruna Carolina.

“Aqui pessoal, falsa médica se passando por mim. Bruna Carolina Rodrigues, usando meu CRM no hospital particular Prontonil. Vê se isso pode, numa UTI particular, médica falsa. Eu tive que sair lá do meu trabalho, do Hospital São José, de Caxias (Duque de Caxias) pra cá, por denúncia anônima”, diz a médica verdadeira. 

Funcionários do Prontonil revelaram que a falsa médica era responsável por duas unidades de terapia intensiva do hospital.Em nota, a Polícia Civil disse que as investigações são da 52ª DP (Nova Iguaçu). A falsa médica foi presa em flagrante pelos crimes de falsidade ideológica e exercício ilegal da medicina.

“Investigações seguem em andamento para apurar outras infrações e/ou envolvimento de outras pessoas”.