Fernando Scheffer é bronze nos 200m livres: “Parece que estou sonhando”

Gaúcho faz grande prova na raia 8 e coloca o país no pódio em prova que Gustavo Borges fez história em Atlanta-1996.

191

Tóquio – Primeiro brasileiro a a garantir classificação para uma final individual da natação nas Olimpíadas de Tóquio, o gaúcho Fernando Scheffer, com o bronze, foi o primeiro a conquistar medalha para o Brasil na piscina do Centro Aquático de Tóquio, na decisão dos 200m livres, na noite desta segunda-feira, com o tempo de 1min44s66.

Tom Dean e Duncan Scott, do Reino Unido, terminaram em primeiro e segundo, respectivamente.”Só queria fazer a minha prova. Colocar na água tudo que treinei e nadar feliz. Parece que estou sonhando. Sensação muito especial. A gente sempre treina pensando na medalha. Na competição, tento tirar a pressão por resultado, mas tento fazer o meu melhor. E consegui fazer o melhor”, disse Scheffer à SporTV.

O nadador, de 23 anos, garantiu a vaga na final no limite, com o oitavo melhor tempo na semifinal: 1min45s71. Com inspiração no ídolo Gustavo Borges, ícone do esporte que fez história ao conquistar a medalha de prata em Atlanta-1996, Scheffer… 

Vale destacar que no auge da pandemia do novo coronavírus, Scheffer chegou a ficar três meses sem treinar. Devido às restrições impostas pelas autoridades de saúde e sanitárias de Belo Horizonte, o Minas, clube do nadador, foi obrigado a interromper as atividades. Este ano, após o crescimento de casos no estado, o clube fechou as portas novamente e Scheffer realizou uma ‘minitemporada’ em um sítio de outro nadador em Minas Gerais, com outros cinco colegas de equipe.