Dr Serginho lidera movimento pro Bolsonaro e realizam um ato a favor do voto impresso para eleições de 2022 no Rio de Janeiro

Alguns protestos tiveram início ainda na manhã de domingo (1) com manifestantes carregando faixas com mensagens sobre pedido de voto impresso e declarações em apoio ao presidente.

345

Neste domingo (1), o Secretário de Ciências e Tecnologia Dr Serginho, de Cabo Frio, (Deputado Estadual licenciado), movimentou o maior movimento pro Bolsonaro nas ruas do Rio de Janeiro, em atos a favor do voto impresso e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Alguns protestos tiveram início ainda pela manhã. A maioria dos manifestantes usava roupas nas cores verde e amarela e carregava cartazes e faixas com mensagens sobre pedido de voto impresso nas eleições de 2022 e com declarações em apoio a Bolsonaro.

Os protestos seguiram com manifestantes a pé, de carro e de moto.

Em maio, quando a urna eletrônica completou 25 anos, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que ela garante eleições seguras e transparentes.

“As urnas eletrônicas ajudaram a superar os ciclos da vida brasileira que vêm desde a República Velha, em que as fraudes se acumulavam”, declarou Barroso.

Um mês depois, o ministro repetiu as afirmações a um grupo de deputados dizendo que as eleições no Brasil são “seguras, transparentes e auditáveis”.

“Não é para mudar a convicção e compromissos políticos de cada um. É apenas uma reunião de transparência para demonstrar que tudo aqui é feito de maneira aberta e fiscalizável”, completou.

“A impressão do voto vai diminuir a segurança na votação. Porque vai se criar um objeto menos seguro na auditoria”, afirmou Barroso em outra ocasião.

A impressão do voto, já julgada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF), é defendida pelo presidente Jair Bolsonaro.

No Rio, o protesto se concentrou na área de lazer da orla e contou com dois carros de som, um na altura da Rua Xavier da Silveira, outro próximo à rua Sá Ferreira, no Posto 5 de Copacabana.

Além dos carros de som, foi usado um guindaste para erguer uma grande bandeira do Brasil com a frase “Pátria Amada”.

Os manifestantes ocuparam o canteiro central da orla e parte da faixa rente ao calçadão, que aos domingos é fechada ao tráfego de veículos e transformada em área de lazer.

Rio de Janeiro

Manifestantes se reuniram na manhã do dia 1 agosto de 2021 na orla da Praia de Copacabana em defesa da volta do voto impresso no país. — Foto: G1
Manifestantes se reuniram na manhã do dia 1 agosto de 2021 na orla da Praia de Copacabana em defesa da volta do voto impresso no país.

São Paulo

Em Jundiaí, a concentração teve início por volta das 10h30, em um estacionamento do parque da Uva. Por volta das 11h, a carreata teve início pelas principais avenidas da cidade. Os manifestantes seguirão até a prefeitura.

Carreata a favor do voto impresso em Jundiaí — Foto: Wellington Silva/TV TEM
Carreata a favor do voto impresso em Jundiaí — Foto: Wellington Silva

Em Campinas, o ato começou às 10h, com uma concentração no Largo do Rosário. Os manifestantes se concentraram vestidos de verde e amarelo, com bandeiras do Brasil, parte com máscara e parte sem.

No entanto, houve aglomerações, o que não é indicado por facilitar o contágio da Covid-19. O grupo também estava com faixas e cartazes, além de dois carros de som.

Em Piracicaba, os manifestantes fizeram um discurso em um carro de som e, além de defender o presidente e o voto impresso, também falaram a favor da “família e da democracia”.

O hino de Piracicaba foi tocado em homenagem ao aniversário de 254 anos do município, comemorado neste domingo.

Em Piracicaba, manifestantes fizeram um ato a favor do voto impresso e do presidente Jair Bolsonaro neste domingo — Foto: Caroline Giantomaso/G1
Em Piracicaba, manifestantes fizeram um ato a favor do voto impresso e do presidente Jair Bolsonaro neste domingo — Foto: Caroline Giantomaso

Em Bauru, a concentração teve início no Parque Vitória Régia, por volta de 10h, e a carreata saiu por volta de 10h30. Ao contrário de manifestações anteriores em favor do presidente da República, o ato não contou com carro de som puxando a fila do comboio, apenas com buzinaço promovido pelos apoiadores.

Em Araçatuba, os manifestantes cantaram o Hino Nacional e discursaram a favor do voto impresso. A manifestação teve apoio da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar e foi pacífica.

Em São Carlos, o ato começou por volta das 10h. Os manifestantes se concentraram no local vestidos de verde e amarelo, com bandeiras do Brasil.

No carro de som, os manifestantes fizeram um discurso e, além de defender o presidente e o voto impresso, também falaram a favor da democracia”. Durante o evento, os manifestantes também arrecadaram roupas e alimentos para doar a famílias carentes.

Manifestantes fazem ato a favor de Bolsonaro e do voto impresso em São Carlos — Foto: Fabio Rodrigues/G1
Manifestantes fazem ato a favor de Bolsonaro e do voto impresso em São Carlos — Foto: Fabio Rodrigues

Distrito Federal

Em Brasília, o ato começou por volta das 10h e bloqueou todas as faixas do Eixo Monumental, entre a Rodoviária do Plano Piloto e o Congresso Nacional. Com bandeiras do Brasil e vestido nas cores verde e amarelo, o grupo se concentrou no Museu da República, e, às 10h45, seguiram até o gramado do Congresso. Três carros de som comandavam o ato.

Ainda na concentração, manifestantes carregavam faixas, pedindo o “voto impresso auditável”. Além disso, outros letreiros criticavam o Supremo Tribunal Federal (STF).

Manifestação protestam em Brasília em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) — Foto: Raquel Porto Alegre/TV Globo
Manifestação protestam em Brasília em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) — Foto: Raquel Porto Alegre

Alagoas

Em Maceió, a concentração aconteceu no Corredor Vera Arruda, na Jatiúca. Por volta das 10h30, os manifestantes a pé, em motos e carros saíram pela Avenida Álvaro Otacílio, na Jatiúca, com destino à Praça Gogó da Ema, na Ponta Verde.

Muitos manifestantes não respeitavam o distanciamento necessário para evitar o contágio pela Covid e alguns não usavam máscara de proteção, item obrigatório por lei estadual em espaços públicos.

Maceió, 1 de agosto - Ato em favor de Bolsonaro e do voto impresso — Foto: G1
Maceió, 1 de agosto – Ato em favor de Bolsonaro e do voto impress

Bahia

Em Salvador, os manifestantes gritaram palavras de ordem contra opositores ao governo federal, com faixas e bandeiras do Brasil.

De acordo com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), a mobilização não chegou a causar impacto no trânsito e não houve retenção ou congestionamento nas vias.

Manifestação a favor do voto impresso, na orla da Barra, em Salvador — Foto: Joselito Gomes/TV Bahia
Manifestação a favor do voto impresso, na orla da Barra, em Salvador — Foto: Joselito Gomes

Espírito Santo

Em Vitória, cerca de 10 pessoas se reuniram na Praça do Papa. Algumas carregavam a bandeira do Brasil. No local, havia dois caminhões de som.

Em Vitória, no Espírito Santo, cerca de 10 pessoas se reuniram na Praça do Papa. — Foto: G1

Em Goiânia, o ato começou por volta de 10h. O grupo se reuniu na Praça Tamandaré com roupas e e amarelo, muitas bandeiras do Brasil e faixas. Aglomerados, alguns não usam máscara de proteção facial.

Durante o ato, os manifestantes cantaram o Hino Nacional e exaltaram o presidente. Motociclistas também participam fazendo um buzinaço. Dois trios elétricos foram posicionados com faixas que pedem voto impresso e que declaram apoio a Bolsonaro.

Manifestantes durante protesto em defesa do presidente Jair Bolsonaro, neste domingo (1º), em Goiânia, Goiás — Foto: Iron Júnior/TV Anhanguera

Maranhão

Em São Luis, o movimento se reuniu no bairro Lagoa da Jansen e defendeu, entre outras coisas, o voto impresso nas eleições de 2022.

A concentração teve início por volta das 8h40, na Praça do Foguete. Por volta das 10h20, o ato seguiu em forma de carreata em direção à orla de São Luís.

Gradualmente, manifestantes com e sem máscara vestidos de verde e amarelo aderiram ao ato. No local, três trios elétricos foram posicionados com faixas que pedem voto impresso e que declaram apoio a Bolsonaro.

Manifestantes alteraram parte do letreiro “São Luís” com as cores verdes e amarelo. — Foto: Raunir Santos/Grupo Mirante

Minas Gerais

Em Belo Horizonte, o protesto levanta a bandeira do Brasil entre grupos de pessoas vestidos com as cores verde e amarelo. Há, também, um aparato de som que toca o hino nacional em diferentes momentos.

Além disso, são propagadas mensagens contra as urnas eletrônicas, pedindo a auditoria das eleições, a partir do voto impresso. “Urna eletrônica com contagem secreta dos votos é fraude”, diz uma das faixas levantadas pelos manifestantes.

Manifestantes ocuparam o coreto da Praça da Liberdade, em BH — Foto: Reprodução/TV Globo

Pará

Em Belém, o ato teve concentração às 8h. Usando bandeiras verdes e amarelas, manifestantes caminhavam de forma pacífica.

Uns estavam em motos e carros fazendo um buzinaço. Alguns usavam máscaras.

Apoiadores de Bolsonaro fazem ato em Belém a favor do voto impresso. — Foto: Reprodução / Direita Jovem Pará

Roraima

Em Boa Vista, a concentração teve início por volta das 9h, na Praça do Centro Cívico. Vestidos com as cores verde e amarelo e com várias bandeiras do Brasil sob os carros, os manifestantes saíram em carreata por volta de 10h20. O ato corre debaixo da forte chuva na capital.

Protesto pelo voto impresso em Boa Vista neste domingo (1º) — Foto: Raquel Maia/Rede Amazônica