Brasil superou países mais ricos nas Olimpíadas, como Noruega e Espanha

188

O Comitê Olímpico Internacional (COI) reuniu 203 países nas Olimpíadas de Tóquio, o maior número da história. A entidade distribuiu ao menos uma medalha para 93 nações, outro recorde. O Brasil conquistou seu melhor desempenho até hoje, a 12ª posição no quadro geral de medalhas, com 21: sete ouros, seis pratas e oito bronzes. O resultado foi bem melhor que o de países mais ricos, como Noruega, Espanha e Nova Zelândia.

Melhor também, que o de países com economia parecida com a nossa, como México e Turquia. Mas será que a colocação dos países no ranking do COI reflete o seu padrão econômico, social, populacional, entre outros?.

Ricos e pobres no quadro de medalhas

A posição do Brasil no ranking de medalhas foi exatamente a mesma ocupada em outro ranking, o das maiores economias do globo em 2020, após atingir o PIB de US$ 1,4 trilhão.

A força econômica se repetiu no desempenho olímpico dos Estados Unidos (PIB de US$ 20,9 trilhões) e da China (US$ 14,7 trilhões), os primeiros colocados no ranking das economias e das Olimpíadas de Tóquio 2020. Os americanos lideraram no quadro geral de medalhas (113), seguidos pelos chineses (88).

Já a Índia, que é a sexta maior economia (com PIB de US$ 2,7 trilhões), deixou Tóquio na 48ª colocação em medalhas, com um ouro, duas pratas e quatro bronzes.

Renda per capita

O Brasil superou a Nova Zelândia em número de medalhas —o país ficou em 13° nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Também supera, de longe, em número de habitantes. O país da Oceania tem pouco menos de 4,2 milhões de habitantes, o que dá menos de 2% dos 210 milhões de brasileiros. A densidade populacional é importante para medir a renda per capita, a divisão do PIB por habitante.

Os neozelandeses tiveram US$ 44,25 mil como renda per capita no ano passado, a 30ª maior do mundo. O Brasil ficou na 100ª colocação entre 224 países na hora de dividir o bolo gerado pela economia por cada habitante: US$ 14,86 mil por pessoa. Os primeiros colocados no ranking de medalhas, Estados Unidos.