Acusados de homicídio ocorrido em frente de boate em Nova Iguaçu são presos

155

Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam dois homens acusados de matar Luis Carlos de Oliveira da Silva Morais, no dia 25 de julho deste ano, na frente de uma boate, em Nova Iguaçu. A vítima foi morta a tiros de pistola.

De acordo com as investigações, antes de chegar na boate, os autores foram vistos conversando com Luis Carlos em um bar próximo, como se fossem amigos. Na despedida, a vítima ainda abraçou os acusados e foi para frente da casa de shows onde ocorreu o crime.

Imagens de vídeos registradas revelaram que depois de Luis Carlos sair, os criminosos seguiram a um estabelecimento comercial perto do local do assassinato. Segundo as investigações, enquanto um executou a vítima, o comparsa permaneceu do outro lado da rua fazendo sua segurança.

Após o homicídio, os criminosos retornaram para o bar, chamaram as mulheres que estavam com eles e antes de irem embora, o executor do crime encheu o copo de cerveja, cumprimentou o proprietário do local e saiu bebendo como se nada tivesse acontecido.

A equipe da DHBF levantou informações, realizou diligências e identificou os autores. Um dos homicidas foi capturado no bairro Califórnia, em Nova Iguaçu, e o outro foi localizado no Parque Perequê, na cidade de Angra dos Reis, Região da Costa Verde. Contra eles foram cumpridos mandados de prisão temporária por crime de homicídio qualificado.

Os autores possuem anotações criminais por diversos delitos, como posse e porte ilegal de arma e fogo, roubo, assassinatos, tentativa de homicídio e integração a milícia.