‘TAXA PORCO’: moradores da ‘FAVELA DO ROLA’ afirmam que milícia cobra semanalmente por criação de animais

254

Depois da cobrança de taxa de segurança e de internet por milicianos, moradores que criam porcos na Favela do Rola, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, dizem que são obrigados a pagar uma outra taxa para os criminosos. A chamada “Taxa porco” custa R$ 5 por semana por cada animal.

“A gente não pode tá tendo essa criação, e eles querendo esse valor desse dinheiro, de R$ 5 de cada, eles pegam, e, se a gente não dá, eles ficam ameaçando, e tem que comprar essa coisa de ração com eles”, diz um homem sem se identificar.

“Toda semana é um dinheiro que tem que perder, e a gente só perdendo, perdendo, e todo mundo fica nessa situação, sem saber o que fazer”.

“Os moradores tão indo embora, vendendo os porcos todos, todo mundo vendendo, porque tem que dar, se não der…. Tem que dar quase toda semana pra eles matarem pra poder fazer churrasco. Os moradores não aguentam mais essa situação”, diz outro homem.

Na comunidade, que tem cerca de 30 mil moradores, é comum ver moradores criando porcos em quintais ou terrenos abandonados.

No Rola, isso acontece em um terreno conhecido como Comlurb, perto da divisão com a favela de Antares.

Quem vive na favela conta que é ameaçado quando deixa de pagar a taxa semanal e, após duas semanas, os milicianos vão até o terreno para roubar os porcos e fazer churrasco.

E para criar os animais, os moradores dizem que também são obrigados a comprar a ração que é vendida pelos milicianos.

Na favela, os comerciantes vendem a ração por R$ 30, mas o valor pode ser maior dependendo do tamanho da loja.

Desde o começo de 2019, quando os milicianos assumiram o controle da região, o Disque Denúncia recebeu 119 ligações de moradores denunciando a ação de criminosos. O telefone para denúncias é 21 2253-1177.

A Polícia Civil disse que investiga a milícia que atua na região, que prendeu o chefe da quadrilha em fevereiro desse ano e que trabalha para prender outros suspeitos que integram a quadrilha.