Investigações apontam que os três presos pela policia civil conduziu o executor até a casa de Wesley Pessano em Cabo Frio

Polícia identificou os suspeitos fazendo várias vezes o trajeto de Duque de Caxias até a Região dos Lagos, onde Wesley Pessano foi morto a tiros, em agosto

549

RIO – Os três homens presos nesta quinta-feira (2) suspeitos de envolvimento na morte do investidor de criptomoedas Wesley Pessano, na Região dos Lagos, em agosto, foram identificados pela Polícia Civil como os responsáveis por conduzir o assassino até o local do crime e seguir a vítima no dia da morte. Bruno Luzardo foi o motorista que levou o executor de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, até São Pedro da Aldeia. Fabio Natan, foragido, Valder Janilson Chaves e Thiago Galdino, os dois últimos presos nesta quinta, foram os responsáveis por perseguir o Porsche vermelho conduzido por Pessano. 

Quem matou Pessano: Polícia civil diz que investigações estão próximo de prender o mandante de mandar matar Wesley Pessano em São Pedro da Aldeia

A Polícia Civil conseguiu identificá-los através de sigilos telefônicos quebrados com autorização da Justiça e por imagens de câmeras de segurança de rodovias e pedágios. Na casa de Valder Janilson, agentes encontraram um agasalho camuflado idêntico ao das imagens do dia do homicídio. Desde o começo da investigação, seis pessoas já foram presas.

“Nessa segunda fase, investigando telefones, com quebra de sigilos, chegamos a quatro elementos que eventualmente tinham participação. Não propriamente na execução do trader, mas no transporte dos elementos, levando de Caxias até São Pedro da Aldeia, a Rio das Ostras.

Casos Pessano: Operação da policia civil prende três suspeito de matar Wesley Pessano o “REI DO PULLBACK” em São Pedro da Aldeia

Os mesmos carros estavam sempre em movimentação nessas vias”, afirmou Milton Cerqueira, delegado da 125ª DP (São Pedro da Aldeia). Segundo as investigações da força-tarefa que apura o caso, Bruno Luzardo conduziu o assassino no dia 3 de agosto. Bruno retornou à Baixada Fluminense no dia 4, horas após a execução da vítima.

Veja como foi o crime:Investidor em criptomoedas é assassinado dentro de Porsche na Região dos Lagos

Considerado foragido, Fabio Natan é suspeito de ser o ‘principal articulador do bando’, e estava com Valder Jacinto no carro que perseguiu o Porsche de Wesley Pessano pelas ruas de São Pedro da Aldeia. Em outro carro, formando um comboio, estava Thiago Galdino, também preso na ação desta quinta.