Ex-Tesoureiro da Câmara de Miracema é preso por suspeita de estupro de crianças

130

Moises Alves de Matos de 44 anos, é suspeito de ter estuprado três crianças no município de Miracema, foi preso no município de Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais. A confirmação da prisão foi feita pelo Delegado Titular da 137ª DP de Miracema o Dr. Gesner César Bruno.
 
Moises era tesoureiro da Câmara Militar de Minas Gerais, através do 190 um cidadão que não quis se identificar, informou que um homem que trajava jaqueta jeans e de barba e óculos, estava com atitudes suspeitas e que não era conhecido da região, o mesmo estava em um posto de combustíveis.
 
De imediato a guarnição seguiu para o local onde pode observar o indivíduo com essas características em um veículo celta de cor vermelha, o mesmo foi abordado logo em seguida.
 
Ao ser questionado o mesmo disse se chamar Moises Soares Matos, os policiais seguiram fazendo perguntas e o mesmo se enrolava para responder, ou dava respostas confusas.
 
Os militares pediram os documentos para realizarem consulta, o mesmo tentou enrolar procurando o documento dentro do veículo e dizia que não estava achando, após algum tempo o mesmo retirou os documentos de dentro do bolso e entregou aos policiais.
 
Ao realizar buscas pela central foi notado que contra o mesmo haviam mandados de prisão, de acordo com a Polícia o mesmo recebeu voz de prisão, a prisão aconteceu no município de Conceição do Mato Dentro e o mesmo foi conduzido para a Delegacia de Diamantina em Minas Gerais.
 
As investigações tiveram início após uma das vítimas ter filmado o ato sexual e publicado nas redes sociais, apesar de Moises ter apagado rapidamente a filmagem, populares já haviam baixado o vídeo e apresentaram a Polícia.
 
De acordo com a Polícia Civil o crime ocorreu no dia 6 de agosto e que Moises teria oferecido dinheiro para a menina de 11 anos e o menino de 8 anos ter relação sexual com ele.
 
Em relatos as crianças informara que para entrar no motel Moises pediu para que as mesmas se abaixassem no banco do carro.
 
Com o decorrer das investigações, foi descoberto uma terceira vítima, uma menina de 12 anos, as investigações indicam que a mãe da menina que teria levado a mesma para o motel, além da criança ser abusada sexualmente a mãe mantinha relações com o indivíduo na frente da mesma.
 
A Justiça emitiu um mandado de prisão e a mãe da criança foi presa no dia 27 de agosto.
 
De acordo com o Delegado, as investigações apontam que a mãe da menina de 12 anos realizava chamada de vídeo para Moises, onde a mesma exibia a vítima nua enquanto Moises se masturbava.
 
Contra Moises, foram expedidos dois mandados de prisão, sendo um mandado de prisão temporária, pelo crime de Estupro de Vulnerável (ART.0217-a CP) e um mandado de prisão preventiva pelo Crime de Estupro de Vulnerável, Violência Doméstica Contra a Mulher, Satisfação de Lascívia Mediante Presença de Criança ou Adolescente, que foi expedido pela 2ª Vara Criminal de Miracema e Juizado Especial Adjunto Criminal Comarca de Miracema.