Segurança que impediu o resgate de um criminoso é assassinado a tiros na saída do plantão em Duque de Caxias na porta do Hospital Adão Pereira Nunes

Crime aconteceu na noite deste domingo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Vítima, segundo informações, trabalhava há pouco mais de dois meses na unidade

307

DUQUE DE CAXIAS – A Polícia Civil investiga a morte de um segurança do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O crime aconteceu na noite deste domingo (26), na lateral da unidade médica. Luiz Fabiano Padrão foi assassinado por criminosos que estavam em um carro estacionado no local.

Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) estão ouvindo testemunhas.

Os investigadores irão analisar as imagens do circuito de segurança para tentar identificar os executores. A Polícia Militar disse que equipes do 15° BPM (Duque de Caxias) foi acionada para uma ocorrência de homicídio na região do Hospital Adão Pereira Nunes. No local, foi identificado que a vítima era um funcionário.

Testemunhas relataram que a vítima caminhava na calçada e foi abordada pelo assassino que efetuou vários disparos. Em seguida, o homem entrou no carro e fugiu. Há suspeita que ele tenha sido ajudado por um comparsa. Luiz Fabiano trabalhava há pouco mais de dois meses no Adão Pereira Nunes.

A Polícia Civil ainda não sabe a motivação do crime. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Duque de Caxias.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) lamentou a morte de Luiz Fabiano da Silva Padrão, funcionário do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes. Segundo a SES, “ele foi morto do lado de fora da unidade, quando deixava o plantão. O corpo foi encaminhado para o IML e os familiares receberam suporte da assistência social do hospital”.